Lance Após o fundo do poço e declarações importantes, Vasco terá semana decisiva para se reerguer e arrancar

Após o fundo do poço e declarações importantes, Vasco terá semana decisiva para se reerguer e arrancar

O time cruz-maltino chegou à terceira derrota seguida, Andrey desabafou, Lisca cobrou reforços e a diretoria garantiu a continuidade do trabalho. Tempo está cada vez menor

Lance
Lance

Lance

Lance

A derrota do Vasco para o Operário foi mais um jogo em que tentativas ofensivas se repetiram, mas problemas de toda sorte também. Provavelmente, as coisas mais contundentes relativas ao futuro do time ocorreram depois do apito final: a forte declaração de Andrey, o pedido de Lisca por reforços e o posicionamento do clube, bancando a continuidade do treinador. Pois agora há uma semana para, concretamente, haver avanço.

O próximo jogo do Cruz-Maltino é, mais especificamente, no dia 29 de agosto. Domingo da outra semana. Tempo de sobra para a delegação voltar para o Rio, para o time descansar física e mentalmente e trabalhar em tudo que precisa para o time reagir. Se a tal recuperação não começar contra a Ponte Preta, na próxima rodada, pode ficar tarde depois.

Até porque as relações tendem a se desgastar à medida em que os resultados não sejam obtidos. E tem um detalhe importante. Mesmo buscando ser elegante, Lisca deixou evidente que, para ele continuar, precisa de reforços. Jogadores experientes. E que, naturalmente, acrescentem qualidades que ele não observa nos jogadores atuais. Haverá tempo de ir ao mercado, ter bom retorno e já ter tais jogadores contra a Macaca? É difícil.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

É redundante, mas a situação do Vasco é bastante difícil. É o pior momento da história do clube, a competição é dura e a pressão é cada vez maior. Não há torcida para apoiar da arquibancada. Mas a solução passa mais pelo campo. Seja como for. Mas que seja urgente.

Últimas