Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Após morte de ciclista em prova, três equipes se retiram da Volta da Suíça

O suíço Gino Mäder caiu de uma barranco na quinta-feira (15) e não resistiu aos ferimentos

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Ciclista Gino Mäder, em prova na Suíça (Dario BELINGHERI / AFP)

Neste sábado (17) três equipes anunciaram a retirada da Volta da Suíça. A desistência da etapa, que faz parte do principal Circuito Mundial de ciclismo de estrada, é uma resposta ao trágico acidente que matou o suíço Gino Mäder na sexta-feira (16). O ciclista de 26 anos caiu em um barranco no quilômetro 197 da prova na última quinta-feira (15) e não resistiu aos ferimentos. A Bahrain Victorious, equipe de Mäder, foi a primeira a deixar a Volta da Suíça, seguida pela Tudor Pro Cycling e pela Intermarche-Circus-Wanty.

- Após a trágica perda de Gino Mäder, a equipe Bahrain Victorious decidiu se retirar da Volta da Suíça - Informou a equipe em suas redes sociais.

- Sob essas circunstâncias difíceis, sentimos que é a maneira humana de respeitar os sentimentos de nossos ciclistas e prestar respeito a Gino - afirmou a Tudor Pro Cycling em suas redes sociais.

+ Felipão interrompe aposentadoria, Vasco aguarda resposta por zagueiro da Premier League… o Dia do Mercado!

Publicidade

A Volta da Suíça é uma corrida de estrada que é disputada em oito etapas sobre uma distância total de 1340 km. O ciclista Gino Mäder caiu no quilômetro 197 na quinta etapa da prova em uma descida e foi encontrado inconsciente. Tentaram reanimar o atleta e, logo em seguida, o levaram para o Hospital de Chur, onde morreu horas depois. O americano Magnus Sheffield também sofreu o mesmo acidente, mas se encontra fora de perigos.

As últimas partes do circuito da quinta etapa desta corrida de rua se antecede por uma descida perigosa. Os ciclistas chegam a bater os 100km/h em um momento que há muita tensão. O ciclista belga Remco Evenepoel criticou este final da etapa.

Publicidade

- Não foi uma boa ideia colocar na final de uma etapa despois de uma descida. Mas obviamente há mais espetáculo. Sempre tem que passar por este tipo de coisas para que reanimem. -

Gino começou sua carreira em 2019 e foi para a equipe Bahrain em 2021. Ele tinha contrato com a parceria até fim deste ano. Em sua curta carreira como profissional, ele foi campeão de um estágio do Giro da Itália em 2021 e da Volta da Suíça no mesmo ano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.