Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após derrota, Coudet cobra 'critério' da arbitragem e cita lance anterior, que prejudicou o Atlético-MG

Técnico argentino deixou o campo revoltado, após revés diante do Ahletico-PR, pela Libertadores

Lance|

Lance
Lance Lance

O Atlético-MG, comandado pelo técnico Eduardo Coudet, até fez um bom segundo tempo, mas não o suficiente para evitar a derrota por 2 a 1, diante do Athletico-PR, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. A boa segunda etapa do Galo, no entanto, não deixou o argentino menos revoltado com a arbitragem de seu compatriota, Pablo Echevarria.

Para Chacho, o apito interferiu diretamente no resultado da partida. Coudet questionou a marcação do pênalti que gerou o segundo gol da equipe paranaense, e cobrou critério da arbitragem. O técnico do Galo, inclusive, citou uma possível penalidade a favor da equipe mineira, não marcada na partida contra o Libertad-PAR.

+ Novidade no ar! Acompanhe as últimas negociações do Galo na Libertadores

- Qual o critério para estar sete minutos (tempo de checagem do VAR) buscando o pênalti, quando no jogo anterior, contra o Libertad, o VAR não chama para analisar o pênalti para nós? Foi dez vezes mais pênalti - reclamou o treinador, em entrevista coletiva.

Derrotado nas duas primeiras partidas da fase de grupos, o Atlético-MG precisa, urgentemente, da recuperação na competição continental. Pela Libertadores, o Galo volta a campo no próximo dia 03 de maio, contra o Alianza Lima-PER, em Belo Horizonte.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.