Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Anderson Talisca afirma que recebeu 'benção' de Cristiano Ronaldo na carreira musical

Jogador se nomeia como "Spark" no campo artístico e lançou recentemente música com o rapper L7nnon

Lance|

Lance
Lance Lance

Anderson Talisca vive uma vida dupla dividida entre atleta de futebol do Al-Nassr, da Arábia Saudita, e músico, com o nome artístico "Spark". Ele recentemente lançou a música "Felina", ao lado do rapper carioca L7nnon.

Em entrevista ao site "TV Cultura", o atleta contou como a decisão de se dividir entre o esporte e a música é encarada pelos companheiros de time. De acordo com o jogador, Cristiano Ronaldo, principal nome do elenco, deu a "benção" para a carreira musical.

+ Cristiano Ronaldo planeja deixar o Al-Nassr e pensa no futuro, diz jornal

- Eu já peguei vários jogadores escutando minha música antes dos jogos, mas é como eu te disse, eu respeito muito o clube. Nunca falei nada sobre música com ninguém lá, os caras colocam porque eles gostam - disse o brasileiro.

Publicidade

Atualmente na Arábia, Talisca transita sem grande dificuldade entre as duas grandes paixões, mas vê que a carreira musical pode ficar em risco caso retorne ao Brasil. Ele declarou que começou a estudar música antes mesmo de se tornar um jogador profissional, através de uma banda escolar. No entanto, após ver o sucesso no esporte, decidiu desistir da carreira musical temporariamente.

No Brasil, a torcida não tem respeito pelo pela sua vida pessoal pela. Eu vejo muita falta de respeito com os jogadores no Brasil, entendeu? Eu saí do país muito novo, né? Então eu aprendi a conviver assim. Aqui (Arabia Saudita) as pessoas respeitam, na Europa as pessoas respeitam, entendeu? - lamentou.

Publicidade

+ Cristiano Ronaldo fala sobre saída de Benzema do Real Madrid e convoca jogadores para futebol árabe

O atleta ainda contou que não vê a música como um hobby, mas sim como um estudo e profissão. Talisca tem planos reais para investir na carreira musical e vê com bons olhos o sucesso nas paradas. 

Eu faço música por amor, se você for parar para analisar não tem como um jogador de futebol que nunca fez nada com a música do nada inventar de cantar, né? A não ser que for por hobby, né? Eu não trato como brincadeira, é como futebol, não é brincadeira, tem todo um estudo por trás. Não é só chegar e pegar o microfone, né? Existe muita diferença - finalizou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.