Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ANÁLISE: Vitória da Holanda na Eurocopa tem influência grande de Pep Guardiola

Nathan Aké, jogador do Manchester City, foi decisivo com duas assistências no triunfo da Laranja Mecânica

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

O zagueiro Nathan Aké foi um dos principais jogadores da Holanda na vitória sobre a Polônia por 2 a 1, na abertura do grupo D da Eurocopa. Com duas assistências, o defensor teve papel crucial na virada conquistada na reta final, com gols de Gakpo e Weghorst.

Mas além da qualificada geração que a Laranja Mecânica tem atualmente, pode-se atribuir a vitória a outro técnico que não seja Ronald Koeman. Indiretamente, os três pontos conquistados são prova da influência de Pep Guardiola em um jogador, como faz há mais de 15 anos de carreira no alto escalão europeu.

➡️ Tudo sobre os maiores times e as grandes estrelas do futebol no mundo afora agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Futebol Internacional

Surgindo na base do Chelsea, Aké sempre foi muito criticado por torcedores devido ao seu posicionamento. Jogando tanto de lateral quanto de zagueiro, reclamações por sua forma de jogar eram constantes, o que levantou dúvidas sobre a qualidade do atleta.

Publicidade

Depois de demonstrar um bom desempenho no Bournemouth, o jogador foi comprado por mais de 40 milhões de euros pelo Manchester City em 2020. O valor também foi questionado, já que no Chelsea, não houve retorno em campo por parte da cria de Cobham.

Entretanto, Aké evoluiu grandes níveis no comando do espanhol. Momentos de antecipação, momentos de contenção. Construção e destruição de jogadas. A hora de tocar e a hora de conduzir. Em quatro anos de City, o holandês recebeu as instruções e influências de Pep, e se transformou praticamente em um pilar da defesa inglesa.

Publicidade

➡️ Dinamarca abre o placar com “gol da vida”, mas sofre empate da Eslovênia em estreia na Eurocopa

E como de costume, um jogador confiante e constante em seu clube se transforma em um jogador importante para a seleção. Os dois gols da Holanda saem dos pés de Nathan: primeiro, em antecipação pelo alto após lançamento da defesa polonesa, em que Gakpo aproveitou para dominar e fuzilar as redes. Já no fim do segundo tempo, avançou no campo conduzindo a bola e beliscou na área para Weghorst, que virou o jogo para a Holanda.

Ser um técnico do mais alto nível tem a ver, claro, com montar um time coletivamente bom. Mas ao mesmo tempo, também está relacionado a desenvolver jogadores individualmente para que alcancem seu mais alto nível. Guardiola fez isso com Aké; apanhou de críticas pelo preço, mas confiou em sua capacidade e desfrutou da escolha no City. E agora, Ronald Koeman e a torcida holandesa podem desfrutar de um jogador multifacetado, que tem qualidade suficiente para ser um dos melhores defensores da competição.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.