Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ANÁLISE: Vasco passa no teste contra favoritos e ameniza desconfiança sobre o elenco

Cruz-Maltino soma quatro pontos contra Atlético-MG e Palmeiras, contrariando muitas análises feitas neste início de Brasileiro

Lance|

Lance
Lance Lance

Nem o vascaíno mais otimista acreditava que o Vasco enfrentaria Atlético-MG e Palmeiras sem perder sequer um jogo. Ambos são apontados como favoritos ao título brasileiro, enquanto o Cruz-Maltino é tratado como uma incógnita. Pois bem, o time saiu invicto dos confrontos e com quatro pontos, podendo até ter sido mais, se não fosse o empate com o Alviverde após estar vencendo por 2 a 0.

O Vasco tem demonstrado muita intensidade no primeiro tempo, jogando de forma inteligente e eficaz. Foi assim na vitória sobre o Atlético-MG, no Mineirão, e também no empate com o Palmeiras, no Maracanã. O Cruz-Maltino soube competir e aproveitou os espaços quando surgiu. Os gols de Pedro Raul e Gabriel Pec foram construídos, de pé em pé, indicando que o trabalho vem sendo bem assimilado pelos jogadores.

+ Jair opina sobre empate do Vasco e destaca regularidade do time neste início de Brasileirão

Maurício Barbieri sempre bate na tecla de que o Vasco será competitivo e vem demonstrando isso, porém é necessário imprimir essa característica também no segundo tempo. Nos jogos do Campeonato Carioca, contra Fluminense e Flamengo, o Cruz-Maltino conseguiu se impor, mas caiu de rendimento no segundo tempo, situação que se repetiu contra Atlético-MG e Palmeiras.

Publicidade

Isso pode ser explicado pela qualidade do elenco, que até possui talento, mas é recheado de jogadores jovens. O Vasco tem o grupo com a menor média de idade da Série A. No entanto, os mesmos jovens podem e vão amadurecer, aumentando a competitividade desse time ainda em formação. Gabriel Pec é prova disso. Rodrigo foi mal contra o Palmeiras, mas já teve atuações sólidas nos clássicos. A oscilação faz parte.

Apesar de tudo, o saldo é positivo, principalmente considerando o nível dos adversários citados no texto. Fluminense, Flamengo, Atlético-MG e Palmeiras são apontados como os melhores times do Brasil e possuem elencos com jogadores qualificados e experientes. Só que o Campeonato Brasileiro do Vasco não é contra esses times e a lista de favoritos não possuem tantos outros.

Publicidade

Portanto, o torcedor vascaíno pode sim acreditar que, ao menos, não passará sustos como em anos anteriores. O elenco melhorou, os salários estão em dia e a promessa é por contratações importantes na próxima janela de transferências, que abre em julho. Até lá, o Vasco conta com a confiança de que pode sonhar alto e deixar de lado o complexo de vira-lata.

A prova será na próxima segunda-feira, quando Vasco encara o Bahia, em São Januário. É um confronto direto, já que se trata de um time que "disputa" o mesmo campeonato do Cruz-Maltino. O resultado, mas principalmente o desempenho, podem dar maior direção de onde o time de Barbieri pode chegar. Hoje a manutenção na Série A é uma realidade, não a ideal para um clube da grandeza do Vasco, mas sim para um torcedor que sofreu bastante nos últimos anos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.