Lance ANÁLISE: Palmeiras tem 'dor de cabeça' para encontrar substituto ideal para Gustavo Scarpa

ANÁLISE: Palmeiras tem 'dor de cabeça' para encontrar substituto ideal para Gustavo Scarpa

Meia está se despedindo do Verdão para atuar pelo futebol inglês e já deixa marcas de saudade após ótima temporada

Lance
Lance

Lance

Lance

A vitória de virada por 2 a 1 sobre o América-MG não foi especial apenas por conta do recebimento da tão sonhada taça do Brasileirão. Scarpa também teve motivos para se emocionar, já que marcou um dos gols e se despediu do Allianz Parque com uma ótima temporada na bagagem. Agora, a "dor de cabeça" para Abel Ferreira será a de substituir o meia com as peças que tem.

> ATUAÇÕES: Em clima de despedida, Scarpa ajuda na “partida da taça” e leva a melhor nota do Palmeiras

Após altos e baixos com a camisa palmeirense (às vezes mais baixos), Gustavo Scarpa reencontrou o bom futebol e fez da temporada de 2022 a melhor de toda a carreira. Considerado por muitos o "craque do Brasileirão", o camisa 14 acumulou estatísticas importantes neste ano.

Dentre todos os jogadores do torneio, o meia foi primeiro em assistências (12), primeiro em passes decisivos (118), primeiro em chances criadas (16), primeiro em cruzamentos certos (96), e terceiro em participações em gols (19), de acordo com o Sofascore.

Hoje, o elenco do Verdão conta com Bruno Tabata, contratado justamente para substituir Scarpa, Gabriel Menino e as "Crias da Academia", que podem eventualmente ganhar mais espaço com a saída do veterano.

O problema é que as últimas atuações de Tabata não agradaram, seja por falta de adaptação ou de ritmo. Seja nos erros simples na saída de bola, nas jogadas bem trabalhadas que não evoluem quando a bola chega em seus pés, no distanciamento evidente dos companheiros ou na quebra da versatilidade construída ao longo dos anos pelo camisa 14, o atleta ainda não correspondeu todas as expectativas criadas para se tornar de fato o nome do meio-campo em 2023.

Em contrapartida, há alguns garotos que seguem buscando espaço na equipe titular. É o caso de Gabriel Menino, por exemplo, que foi titular antes de Scarpa, mas passou por algumas quedas de rendimento e agora caminha a passos largos para retomar a confiança e o bom futebol para, quem sabe, assumir a posição no próximo ano.

Palmeiras x América-MG - Scarpa

Palmeiras x América-MG - Scarpa

Lance

Scarpa se tornou um dos principais nomes do Palmeiras de Abel Ferreira (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

> Clique e simule os resultados da última rodada do Brasileirão!

Além dele, o meio-campo pode ter espaço para Jhon Jhon. A "Cria da Academia" e destaque no Sub-20 do Verdão é vista com bons olhos pela comissão técnica, que deseja ter no elenco mais um jovem em ascensão que corresponda dentro de campo com boas jogadas individuais, velocidade e boa visão de jogo para se movimentar nas diversas áreas do gramado, abrindo mais chances para Dudu, Rony e para o próprio Endrick, outro garoto.

Fato é que todos não passam de "apostas", já que Gustavo Scarpa elevou não só o seu próprio nível, mas também o da equipe inteira, com bolas bem distribuídas, abertura de espaços, cobranças letais de escanteio, faltas ou pênaltis, além do instinto natural de união do grupo. Resta saber quem terá a "dor de cabeça" para chamar essa responsabilidade além de Abel Ferreira.

Gustavo Scarpa acumula 230 jogos, 44 gols e 59 assistências com a camisa do Palmeiras, além de oito títulos conquistados: Brasileirão (2018 e 2022), Paulistão (2020 e 2022), Libertadores (2020 e 2021), Copa do Brasil (2020) e Recopa Sul-Americana (2022).

Últimas