Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

ANÁLISE: Gol de Gustavo Gómez simboliza carências no elenco do Palmeiras em ausência de titulares

Verdão utilizou equipe alternativa contra o Fluminense: deram conta do recado?

Lance

Lance|Do R7


Lance
Gómez está em lista de maiores zagueiros artilheiros do Alviverde (Foto: Agencia F8/Agencia F8)

Gustavo Gómez tem seu nome carimbado na história do Palmeiras. No sábado (5), ele apareceu mais uma vez como grande líder e chamou a responsabilidade para diminuir o placar na derrota por 2 a 1 para o Fluminense, pelo Brasileirão. Apesar do gol ter importância histórica, também simbolizou carências do atual Verdão.

O tento do paraguaio foi o 33º dele com a camisa alviverde, ficando a três de igualar Luis Pereira como maior zagueiro artilheiro do clube de todos os tempos. O defensor de 30 anos desempatou com Loschiavo no ranking.

O alto número de gols mostra que Gómez não é decisivo somente na defesa e com sua liderança em campo, mas também no ataque. E o Palmeiras poupado por Abel Ferreira diante do Flu, simbolicamente, precisou do seu histórico zagueiro para balançar as redes, pois as opções que ganharam chance de atuar não deram conta do recado. Faltou eficácia, segundo o que próprio treinador afirmou em coletiva.

Além de Weverton, o capitão foi o único do considerado 'time A' que entrou em campo de início, e grande maioria dos reservas não correspondeu: Luan e Jailson falharam em lances capitais que resultaram nos gols tricolores, Endrick e Luis Guilherme mostraram que ainda estão 'verdes' e Breno Lopes foi pouco eficiente. Richard Ríos e Marcos Rocha deixaram espaços em seus setores.

Publicidade

Titulares, Mayke, Rony, Artur, Gabriel Menino e Murilo estiveram no banco de reservas. Raphael Veiga, Dudu, Piquerez e Zé Rafael foram poupados. As outras opções eram o goleiro Marcelo Lomba, o centroavante Flaco López e as "Crias da Academia" Mateus, Fabinho, Naves, Garcia e Kevin.

Os escolhidos para entrar na segunda etapa foram justamente quatro titulares — Mayke, Rony, Artur e Gabriel Menino — além do atacante argentino. Com isso, o volume ofensivo naturalmente melhorou, e foi dos pés de Artur que surgiu o cruzamento para Gómez marcar. Antes, Rony alçou bola na área, López cabeceou e Fábio fez milagre.

Publicidade

+ Copo Stanley a partir de R$120,00. Bebida gelada nos 90' de jogo do Verdão!

ELENCO DESBALANCEADO?

Publicidade

Tudo isso mostra que o Palmeiras possui certa dependência dos seus 'figurões' para se manter altamente competitivo.

Na desclassificação diante do São Paulo, na Copa do Brasil, Abel não encontrou um substituto ideal para Artur (Endrick foi o escolhido). Quando Raphael Veiga, Dudu e Rony não estiverem em seus melhores dias, quem entrará para manter o nível técnico do time em alta? Quem pode substituir Zé Rafael no meio-campo?

Todas as perguntas permanecem abertas, especialmente porque a diretoria do Verdão optou pelo conservadorismo e não conseguiu contratar reforços na janela para dar mais opções ao técnico português. A direção acerta (e paga caro) para segurar as principais peças do elenco, como o histórico Gustavo Gómez, que recebeu oferta da Arábia Saudita e ficou no Alviverde. Mas até quando o time dependerá somente dos 'pilares' e de seu treinador?

A resposta se o panorama atual é suficiente será conhecida na Libertadores, único torneio que o Palmeiras mantém chances de título em 2023. Na quarta-feira (3), o time enfrenta o Atlético-MG, no Allianz Parque, pelo segundo jogo das oitavas de final.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.