Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Alvo de xenofobia de torcedores do Bragantino, preparador do Sousa pede solução: 'Identificar e punir'

Profissional pediu por respeito e igualdade no meio do esporte

Lance

Lance|Do R7

Confronto entre RB Bragantino e Sousa foi marcado por caso de xenofobia de torcedor em Bragança Paulista contra membro da comissão técnica do time paraibano (Reprodução/Instagram)

Preparador físico do Sousa-PB, Alexandre Duarte foi alvo de xenofobia por parte dos torcedores do RB Bragantino pouco antes do confronto entre as equipes pela Copa do Brasil. Nas redes sociais, o vídeo do bate-boca repercutiu.

➡️ A boa do Lance! Betting: vamos dobrar seu primeiro depósito, até R$200! Basta abrir sua conta e tá na mão!

Contratado há 15 dias pelo atual campeão da Paraíba, Alexandre explicou como a discussão se iniciou e que as ofensas começaram antes da gravação do vídeo. Em entrevista exclusiva ao Lance!, o profissional demonstrou estar chateado com o caso.

- Ele já tinha falado muita coisa. Ali foi no final do aquecimento, eu estava recolhendo o material e foi quando ele falou e eu só dei uma retrucada. A gente escuta, escuta, escuta e uma hora a tolerância chega no limite. Foi um dia em que eu falei. Não esperava que ia ter isso tudo.

Publicidade

Alexandre Duarte afirmou que não dará prosseguimento ao caso, mas vê uma possível medida da CBF contra o torcedor de forma positiva. O preparador físico pediu para que o cidadão fosse identificado e punido.

- Ninguém me procurou. Se a CBF quiser tomar alguma medida, eu acho que é interessante, é válido. É uma situação chata, constrangedora. A gente que vive nesse meio sabe que existe. Agora vai da entidade, da CBF, que já vem trabalhando em questões como o racismo, o que não deixa de ser. A melhor forma é identificar e punir.

Publicidade

O profissional ainda fez questão de mandar um recado para os torcedores de todo o Brasil em relação ao preconceito vivido em Bragança Paulista. O funcionário do Sousa-PB ressaltou que os brasileiros não poderiam se ofender por conta da região em que nasceram e pediu mais respeito.

- A mensagem que eu deixo foi como eu falei no vídeo. É um Brasil só. Aqui no nordeste existem muitos torcedores que torcem para times do sul e sudeste. A gente tem um carinho muito grande. A gente sabe da potência que é o esporte nessas regiões. A gente deseja respeito. Rapadura é um doce tão bom quanto a linguiça de Bragança. A questão é do respeito e da igualdade. Somos profissionais. Em uma realidade diferente. O esporte é tão bonito. É uma paixão. O que muda é o investimento, mas a paixão da torcida do Sousa é a mesma paixão que a torcida do Flamengo tem. Eu não queria que chegasse a isso, foi uma surpresa grande.

Nas redes sociais, o Sousa prestou apoio a Alexandre Duarte, embora o preparador físico não tenha sido consultado pelo clube em relação a nota de repúdio. Por outro lado, o RB Bragantino se manifestou dizendo ser contra a xenofobia e que iria trabalhar para identificar o torcedor que praticou xenofobia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.