Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Algoz do Boca na Libertadores, Ary Borges pede Allianz Parque pulsando pelo Palmeiras

Meia foi campeã da Libertadores Feminina com gol em cima do Boca Juniors, em 2022

Lance

Lance|Do R7


Lance
Ary Borges é um dos maiores nomes do Palmeiras Feminino na história (Foto: Staff Images/Conmebol)

O Boca Juniors acabou se tornando uma grande pedra no sapato do Palmeiras quando o assunto é Libertadores. Porém, a história começou a mudar no ano passado, quando a equipe feminina do Verdão bateu o time argentino na grande final da Libertadores e garantiu o título inédito para a modalidade.

+ Veja tabela da Libertadores-2023 clicando aqui

Uma das principais jogadoras da campanha e autora do gol que abriu a goleada de 4 a 1 sobre o Boca na grande final, Ary Borges falou com exclusividade com o Lance! e revelou estar muito na torcida para que o Palmeiras bata o Boca novamente, dessa vez pelo masculino.

Autora também do primeiro gol do Brasil na última Copa do Mundo Feminina, quando fez logo um 'hat-trick' na estreia da Seleção diante do Panamá, Ary Borges se transferiu para o Racing Louisville-USA, no início deste ano, mas segue sempre na torcida pelo Verdão, tanto no feminino quanto no masculino.

Publicidade

Confere aí as respostas de uma das maiores promessas do futebol feminino brasileiro para os próximos anos:

Vai assistir o jogo na quinta? Qual dica você dá pro Palmeiras bater o Boca e passar pra final da Libertadores?

Publicidade

- Com certeza vou estar assistindo, já assisti o da semana passada e foi bem tenso. Acho que algo que pode ser fundamental para o Palmeiras é conseguir trazer a torcida para dentro do jogo, o Allianz Parque tem um fator importantíssimo nesse jogo, o time conseguir se impor nos primeiros minutos, inflamar a torcida, acho que isso pode fazer a diferença, essa seria a minha dica!

Qual seu jogador preferido desse elenco? Acredita que quem pode fazer a diferença no jogo de quinta?

Publicidade

- Tenho alguns jogadores preferidos, caras que eu gosto, mas acho que escolho dois: Dudu, que infelizmente está machucado e o outro é o Zé Rafael. Pra mim ele é o jogador mais regular do elenco, tive a chance de ver o jogo da volta das oitavas contra o Atlético-MG no Allianz Parque e pra mim foi uma das partidas mais monstruosas que eu já vi de um jogador. Acredito que quem pode fazer a diferença nesse jogo é o Veiga ou nosso rei da Libertadores, Ronielson!

No feminino as argentinas também são muito catimbeiras? Qual a melhor saída pra manter a cabeça fria e o coração quente em um jogo desse?

- O Palmeiras está muito bem vacinado pra jogar contra esse estilo argentino, o clube tem muita tradição na Libertadores e sabe muito bem a forma que esses times lidam com a competição. O Boca deve vir querendo arrastar o jogo para os pênaltis. Como eu falei antes, o Palmeiras tem que conseguir chamar a torcida, começar bem o jogo, sentir que o torcedor está do lado do time e está gostando do que está vendo, esse é um fator que pode fazer o time ficar mais tranquilo dentro de campo.

+ Lance! Betting oferece cashback de 25% em apostas nas semifinais da Libertadores

Você conhece bem o gramado do Allianz Parque. Os argentinos estão preocupados com o sintético. É muito diferente do natural mesmo? Ou isso é desculpa de perdedor?

- Olha, realmente o gramado do Allianz Parque é diferente do natural, mas não existe isso de que é pior, em determinadas situações o gramado é até melhor que o natural, por não sofrer com oscilações de eventos e essas coisas do tipo. Eu sinto muito se o Boca tem reclamado, se acha que isso pode atrapalhar eles, o que importa é que o Palmeiras está muito bem acostumado a jogar no Allianz Parque e repito o quanto isso pode ser importante para a classificação. Eu espero que no final o Boca tenha apenas o sintético como uma desculpa de perdedor, pois espero muito que o Palmeiras saia vencedor e vá pra final.

Ary Borges deixou o Palmeiras com 86 jogos e 36 gols marcados. No Verdão, Ary conquistou três títulos: Copa Paulista (2021), a Libertadores (2022) e o Paulistão (2022), com gols marcados em cada uma das finais desses três títulos alcançados pelo elenco feminino alviverde.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.