Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Alex, Di Stéfano… Lembre 20 craques que nunca jogaram uma Copa do Mundo

Lance|

Por ser o maior evento esportivo do mundo, disputar uma Copa é o sonho de qualquer atleta do futebol. Entretanto, são poucos os jogadores que conseguem essa glória e, muitas vezes, vemos craques serem injustiçados com sua ausência no Mundial. Confira a seguir 20 jogadores que, por diferentes motivos, nunca participaram de uma Copa do Mundo.
Por ser o maior evento esportivo do mundo, disputar uma Copa é o sonho de qualquer atleta do futebol. Entretanto, são poucos os jogadores que conseguem essa glória e, muitas vezes, vemos craques serem injustiçados com sua ausência no Mundial. Confira a... Por ser o maior evento esportivo do mundo, disputar uma Copa é o sonho de qualquer atleta do futebol. Entretanto, são poucos os jogadores que conseguem essa glória e, muitas vezes, vemos craques serem injustiçados com sua ausência no Mundial. Confira a seguir 20 jogadores que, por diferentes motivos, nunca participaram de uma Copa do Mundo.
Abedi Pelé (Gana), Meia / Se atualmente a seleção ganesa é considerada uma das mais fortes no continente Africano, não era bem assim na época em que Abedi Pelé vestia a camisa de seu país: Gana se classificou para o seu primeiro Mundial apenas em 2006, quando foi eliminada nas oitavas de final. A essa altura, o craque já havia encerrado sua carreira pela seleção (último jogo em 1998) e até mesmo por clubes (último jogo em 2000).
Abedi Pelé (Gana), Meia / Se atualmente a seleção ganesa é considerada uma das mais fortes no continente Africano, não era bem assim na época em que Abedi Pelé vestia a camisa de seu país: Gana se classificou para o seu primeiro Mundial apenas em 2006,... Abedi Pelé (Gana), Meia / Se atualmente a seleção ganesa é considerada uma das mais fortes no continente Africano, não era bem assim na época em que Abedi Pelé vestia a camisa de seu país: Gana se classificou para o seu primeiro Mundial apenas em 2006, quando foi eliminada nas oitavas de final. A essa altura, o craque já havia encerrado sua carreira pela seleção (último jogo em 1998) e até mesmo por clubes (último jogo em 2000).
Alex (Brasil), Meia / O nome mais lembrado quando se fala sobre jogadores que não disputaram uma Copa do Mundo. Poderia ter jogado tanto em 2002 quanto em 2006, mas foi preterido pelos treinadores em ambas as ocasiões. Na primeira Copa, as conquistas pelo Palmeiras e o fato de a seleção ser treinada por Luiz Felipe Scolari, seu treinador no Alviverde, davam todos os indícios de que o meia estaria no Mundial, mas o jogador foi preterido na reta final da preparação. Já em 2006, uma mudança tática feita por Parreira, formando o famoso 'quadrado mágico', tirou o espaço de Alex, que não se encaixava no novo sistema.
Alex (Brasil), Meia / O nome mais lembrado quando se fala sobre jogadores que não disputaram uma Copa do Mundo. Poderia ter jogado tanto em 2002 quanto em 2006, mas foi preterido pelos treinadores em ambas as ocasiões. Na primeira Copa, as conquistas p... Alex (Brasil), Meia / O nome mais lembrado quando se fala sobre jogadores que não disputaram uma Copa do Mundo. Poderia ter jogado tanto em 2002 quanto em 2006, mas foi preterido pelos treinadores em ambas as ocasiões. Na primeira Copa, as conquistas pelo Palmeiras e o fato de a seleção ser treinada por Luiz Felipe Scolari, seu treinador no Alviverde, davam todos os indícios de que o meia estaria no Mundial, mas o jogador foi preterido na reta final da preparação. Já em 2006, uma mudança tática feita por Parreira, formando o famoso 'quadrado mágico', tirou o espaço de Alex, que não se encaixava no novo sistema.
Amoroso (Brasil), Atacante / Curiosamente, Amoroso nunca esteve entre os principais jogadores da Seleção durante os anos 90, quando o atacante brilhou na Udinese e no Borussia Dortmund. Após ser deixado de fora da lista final por Zagallo, em 1998, Amoroso participou da Copa América de 1999 pela Seleção e conquistou o Campeonato Alemão pelo Dortmund em 2001/2002, mas nada disso foi o suficiente para agradar o técnico Felipão.
Amoroso (Brasil), Atacante / Curiosamente, Amoroso nunca esteve entre os principais jogadores da Seleção durante os anos 90, quando o atacante brilhou na Udinese e no Borussia Dortmund. Após ser deixado de fora da lista final por Zagallo, em 1998, Amor... Amoroso (Brasil), Atacante / Curiosamente, Amoroso nunca esteve entre os principais jogadores da Seleção durante os anos 90, quando o atacante brilhou na Udinese e no Borussia Dortmund. Após ser deixado de fora da lista final por Zagallo, em 1998, Amoroso participou da Copa América de 1999 pela Seleção e conquistou o Campeonato Alemão pelo Dortmund em 2001/2002, mas nada disso foi o suficiente para agradar o técnico Felipão.
Alfredo Di Stéfano (Argentina/Colômbia/Espanha), Atacante / Um dos casos mais peculiares em Copas do Mundo, o ídolo do Real Madrid teve a oportunidade de disputar um mundial por duas seleções diferentes e, mesmo assim, não conseguiu. Em 1950, quando jogava pela Argentina, a seleção albiceleste ficou de fora da competição por questões políticas: um boicote da AFA, que queria sediar a Copa mas viu o Brasil ser escolhido para realizar o evento, e um imbróglio com a FIFA devido à debandada de jogadores argentinos para uma liga 'pirata' realizada na Colômbia; pela seleção espanhola, Di Stefano até viajou para a disputa do Mundial de 1962, mas uma lesão o impediu de entrar em campo durante um jogo sequer.
Alfredo Di Stéfano (Argentina/Colômbia/Espanha), Atacante / Um dos casos mais peculiares em Copas do Mundo, o ídolo do Real Madrid teve a oportunidade de disputar um mundial por duas seleções diferentes e, mesmo assim, não conseguiu. Em 1950, quando jo... Alfredo Di Stéfano (Argentina/Colômbia/Espanha), Atacante / Um dos casos mais peculiares em Copas do Mundo, o ídolo do Real Madrid teve a oportunidade de disputar um mundial por duas seleções diferentes e, mesmo assim, não conseguiu. Em 1950, quando jogava pela Argentina, a seleção albiceleste ficou de fora da competição por questões políticas: um boicote da AFA, que queria sediar a Copa mas viu o Brasil ser escolhido para realizar o evento, e um imbróglio com a FIFA devido à debandada de jogadores argentinos para uma liga 'pirata' realizada na Colômbia; pela seleção espanhola, Di Stefano até viajou para a disputa do Mundial de 1962, mas uma lesão o impediu de entrar em campo durante um jogo sequer.
Dirceu Lopes (Brasil), Meia / O craque do Cruzeiro foi vítima de interferência da ditadura militar, que ocorreu no Brasil entre 1964 e 1985. Durante as eliminatórias, Dirceu Lopes foi um dos jogadores mais importantes no time do treinador João Saldanha. O problema iniciou quando Saldanha, que era comunista, foi demitido para agradar ao presidente-militar da época, o General Emílio Garrastazu Médici. O novo treinador, Zagallo, que era mais alinhado ao pensamento da CBD e do regime, acabou preterindo Dirceu e convocando Dadá Maravilha, um pedido do próprio presidente, para o torneio.
Dirceu Lopes (Brasil), Meia / O craque do Cruzeiro foi vítima de interferência da ditadura militar, que ocorreu no Brasil entre 1964 e 1985. Durante as eliminatórias, Dirceu Lopes foi um dos jogadores mais importantes no time do treinador João Saldanha... Dirceu Lopes (Brasil), Meia / O craque do Cruzeiro foi vítima de interferência da ditadura militar, que ocorreu no Brasil entre 1964 e 1985. Durante as eliminatórias, Dirceu Lopes foi um dos jogadores mais importantes no time do treinador João Saldanha. O problema iniciou quando Saldanha, que era comunista, foi demitido para agradar ao presidente-militar da época, o General Emílio Garrastazu Médici. O novo treinador, Zagallo, que era mais alinhado ao pensamento da CBD e do regime, acabou preterindo Dirceu e convocando Dadá Maravilha, um pedido do próprio presidente, para o torneio.
Djalminha (Brasil), Meia / O meia tinha tudo para disputar o mundial de 2002, mas sua personalidade forte acabou influenciando negativamente na decisão de Felipão. Durante um treino do Deportivo La Coruña, clube que o meia defendia à época, o auxiliar técnico do time marcou um pênalti durante o tradicional rachão. Contrariado, Djalminha começou a discutir com o profissional. Javier Irureta, treinador da equipe, apareceu para defender o auxiliar e recebeu uma cabeçada de Djalminha. Essa atitude fez com que Felipão levasse o jovem Kaká para o torneio na Ásia.
Djalminha (Brasil), Meia / O meia tinha tudo para disputar o mundial de 2002, mas sua personalidade forte acabou influenciando negativamente na decisão de Felipão. Durante um treino do Deportivo La Coruña, clube que o meia defendia à época, o auxiliar ... Djalminha (Brasil), Meia / O meia tinha tudo para disputar o mundial de 2002, mas sua personalidade forte acabou influenciando negativamente na decisão de Felipão. Durante um treino do Deportivo La Coruña, clube que o meia defendia à época, o auxiliar técnico do time marcou um pênalti durante o tradicional rachão. Contrariado, Djalminha começou a discutir com o profissional. Javier Irureta, treinador da equipe, apareceu para defender o auxiliar e recebeu uma cabeçada de Djalminha. Essa atitude fez com que Felipão levasse o jovem Kaká para o torneio na Ásia.
Eidur Gudjohnsen (Islândia), Atacante / Estreou pela seleção islandesa aos 17 anos, chegando a jogar ao lado do seu pai. O atacante também teve uma carreira de respeito, jogando por Chelsea e Barcelona, mas nunca teve a oportunidade de disputar uma Copa do Mundo. Apenas em 2018 a Islândia se classificou para o torneio pela primeira vez na história.
Eidur Gudjohnsen (Islândia), Atacante / Estreou pela seleção islandesa aos 17 anos, chegando a jogar ao lado do seu pai. O atacante também teve uma carreira de respeito, jogando por Chelsea e Barcelona, mas nunca teve a oportunidade de disputar uma Cop... Eidur Gudjohnsen (Islândia), Atacante / Estreou pela seleção islandesa aos 17 anos, chegando a jogar ao lado do seu pai. O atacante também teve uma carreira de respeito, jogando por Chelsea e Barcelona, mas nunca teve a oportunidade de disputar uma Copa do Mundo. Apenas em 2018 a Islândia se classificou para o torneio pela primeira vez na história.
Éric Cantona (França), Meia / É possível dizer que o meia deu azar em sua relação com Copas do Mundo: em 1994, a seleção francesa não se classificou e ficou de fora do torneio disputado nos Estados Unidos; já em 1998, a França seria a anfitriã do torneio, mas Cantona não esperou e anunciou sua aposentadoria do futebol ainda em 1997. O motivo para a decisão seria a insatisfação com suas constantes suspensões, sendo a principal delas em 1995, após agredir um torcedor do Crystal Palace com uma voadora. Enquanto esteve suspenso, o jogador perdeu a faixa de capitão na equipe nacional e viu Zidane crescer de rendimento.
Éric Cantona (França), Meia / É possível dizer que o meia deu azar em sua relação com Copas do Mundo: em 1994, a seleção francesa não se classificou e ficou de fora do torneio disputado nos Estados Unidos; já em 1998, a França seria a anfitriã do torne... Éric Cantona (França), Meia / É possível dizer que o meia deu azar em sua relação com Copas do Mundo: em 1994, a seleção francesa não se classificou e ficou de fora do torneio disputado nos Estados Unidos; já em 1998, a França seria a anfitriã do torneio, mas Cantona não esperou e anunciou sua aposentadoria do futebol ainda em 1997. O motivo para a decisão seria a insatisfação com suas constantes suspensões, sendo a principal delas em 1995, após agredir um torcedor do Crystal Palace com uma voadora. Enquanto esteve suspenso, o jogador perdeu a faixa de capitão na equipe nacional e viu Zidane crescer de rendimento.
Evair (Brasil), Atacante / O ídolo do Palmeiras estava no álbum de figurinhas para o Mundial de 1994. Evair era um dos principais jogadores do Palmeiras no período, conquistando dois bicampeonatos: um Paulista e outro Brasileiro. Mesmo disputando todos os jogos de eliminatórias ao longo do ciclo, Evair acabou ficando de fora da lista de Parreira.
Evair (Brasil), Atacante / O ídolo do Palmeiras estava no álbum de figurinhas para o Mundial de 1994. Evair era um dos principais jogadores do Palmeiras no período, conquistando dois bicampeonatos: um Paulista e outro Brasileiro. Mesmo disputando todos... Evair (Brasil), Atacante / O ídolo do Palmeiras estava no álbum de figurinhas para o Mundial de 1994. Evair era um dos principais jogadores do Palmeiras no período, conquistando dois bicampeonatos: um Paulista e outro Brasileiro. Mesmo disputando todos os jogos de eliminatórias ao longo do ciclo, Evair acabou ficando de fora da lista de Parreira.
Evaristo de Macedo (Brasil), Atacante / Não ter participado de um Mundial já foi considerado por Evaristo como 'uma das maiores frustrações da vida'. Em 1957, o atacante, que era candidatíssimo a estar na lista para o mundial de 1958, se transferiu para o Barcelona. Às vésperas da convocação final, a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) solicitou que Evaristo fosse liberado para iniciar os treinos com a Seleção Brasileira, mas não foi liberado pelo clube. Como a Espanha não havia se classificado para a Copa, os espanhóis decidiram prosseguir com seu campeonato local, e Evaristo permaneceu jogando pela equipe Catalã.
Evaristo de Macedo (Brasil), Atacante / Não ter participado de um Mundial já foi considerado por Evaristo como 'uma das maiores frustrações da vida'. Em 1957, o atacante, que era candidatíssimo a estar na lista para o mundial de 1958, se transferiu par... Evaristo de Macedo (Brasil), Atacante / Não ter participado de um Mundial já foi considerado por Evaristo como 'uma das maiores frustrações da vida'. Em 1957, o atacante, que era candidatíssimo a estar na lista para o mundial de 1958, se transferiu para o Barcelona. Às vésperas da convocação final, a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) solicitou que Evaristo fosse liberado para iniciar os treinos com a Seleção Brasileira, mas não foi liberado pelo clube. Como a Espanha não havia se classificado para a Copa, os espanhóis decidiram prosseguir com seu campeonato local, e Evaristo permaneceu jogando pela equipe Catalã.
Friedenreich (Brasil), Atacante / O primeiro craque brasileiro ficou fora da Copa de 1930 por motivos políticos. A APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos) queria que a comissão técnica da Seleção Brasileira contasse com paulistas. Já a CBD (Confederação Brasileira de Desportos), com sede no Rio de Janeiro, não concordou. As duas entidades romperam e jogadores paulistas ficaram de fora do Mundial, entre eles Friedenreich.
Friedenreich (Brasil), Atacante / O primeiro craque brasileiro ficou fora da Copa de 1930 por motivos políticos. A APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos) queria que a comissão técnica da Seleção Brasileira contasse com paulistas. Já a CBD (Co... Friedenreich (Brasil), Atacante / O primeiro craque brasileiro ficou fora da Copa de 1930 por motivos políticos. A APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos) queria que a comissão técnica da Seleção Brasileira contasse com paulistas. Já a CBD (Confederação Brasileira de Desportos), com sede no Rio de Janeiro, não concordou. As duas entidades romperam e jogadores paulistas ficaram de fora do Mundial, entre eles Friedenreich.
George Best (Irlanda do Norte), Meia / Conhecido por 'quinto beatle', o jogador do Manchester United nunca disputou uma Copa do Mundo simplesmente porque seu país nunca se classificou para o torneio.
George Best (Irlanda do Norte), Meia / Conhecido por 'quinto beatle', o jogador do Manchester United nunca disputou uma Copa do Mundo simplesmente porque seu país nunca se classificou para o torneio. George Best (Irlanda do Norte), Meia / Conhecido por 'quinto beatle', o jogador do Manchester United nunca disputou uma Copa do Mundo simplesmente porque seu país nunca se classificou para o torneio.
George Weah (Libéria), Atacante / Assim como seu xará Best, a seleção de George Weah, a Libéria, nunca disputou um mundial, nem mesmo no período quando o craque foi eleito Bola de Ouro e atuava pelo Milan.
George Weah (Libéria), Atacante / Assim como seu xará Best, a seleção de George Weah, a Libéria, nunca disputou um mundial, nem mesmo no período quando o craque foi eleito Bola de Ouro e atuava pelo Milan. George Weah (Libéria), Atacante / Assim como seu xará Best, a seleção de George Weah, a Libéria, nunca disputou um mundial, nem mesmo no período quando o craque foi eleito Bola de Ouro e atuava pelo Milan.
Heleno de Freitas (Brasil), Atacante / O ídolo do Botafogo foi mais um jogador prejudicado pelo hiato em Mundiais provocado pela Segunda Grande Guerra. Na sua única oportunidade, em 1950, ficou de fora ao apontar uma arma a Flávio Costa, treinador da Seleção à época. Essa atitude foi um dos primeiros sinais da demência que fizera Heleno sofrer até sua morte.
Heleno de Freitas (Brasil), Atacante / O ídolo do Botafogo foi mais um jogador prejudicado pelo hiato em Mundiais provocado pela Segunda Grande Guerra. Na sua única oportunidade, em 1950, ficou de fora ao apontar uma arma a Flávio Costa, treinador da S... Heleno de Freitas (Brasil), Atacante / O ídolo do Botafogo foi mais um jogador prejudicado pelo hiato em Mundiais provocado pela Segunda Grande Guerra. Na sua única oportunidade, em 1950, ficou de fora ao apontar uma arma a Flávio Costa, treinador da Seleção à época. Essa atitude foi um dos primeiros sinais da demência que fizera Heleno sofrer até sua morte.
Ian Rush (País de Gales), Atacante / O maior artilheiro da história do Liverpool nunca conseguiu classificar sua seleção para um Mundial: em 82 e 86, ficaram em terceiro nas eliminatórias; em 90, um vexame histórico, encerrando a classificatória na última posição; a chance de ouro foi nas eliminatórias para 1994, quando Gales dependia de uma vitória em cima da Romênia na última rodada para se classificar, mas acabou derrotada. A única participação galesa até então havia sido em 1958. Em 2022, os dragões retornam para o seu segundo mundial.
Ian Rush (País de Gales), Atacante / O maior artilheiro da história do Liverpool nunca conseguiu classificar sua seleção para um Mundial: em 82 e 86, ficaram em terceiro nas eliminatórias; em 90, um vexame histórico, encerrando a classificatória na últ... Ian Rush (País de Gales), Atacante / O maior artilheiro da história do Liverpool nunca conseguiu classificar sua seleção para um Mundial: em 82 e 86, ficaram em terceiro nas eliminatórias; em 90, um vexame histórico, encerrando a classificatória na última posição; a chance de ouro foi nas eliminatórias para 1994, quando Gales dependia de uma vitória em cima da Romênia na última rodada para se classificar, mas acabou derrotada. A única participação galesa até então havia sido em 1958. Em 2022, os dragões retornam para o seu segundo mundial.
Jari Litmanen (Finlândia), Meia / O craque do histórico Ajax dos anos 90 também nunca teve a oportunidade de disputar uma Copa com a Finlândia, seu país natal e que nunca participou de um Mundial. Litmanen atuou pelo seu país por 21 anos e marcou 34 gols, sendo o maior artilheiro da história da seleção finlandesa.
Jari Litmanen (Finlândia), Meia / O craque do histórico Ajax dos anos 90 também nunca teve a oportunidade de disputar uma Copa com a Finlândia, seu país natal e que nunca participou de um Mundial. Litmanen atuou pelo seu país por 21 anos e marcou 34 go... Jari Litmanen (Finlândia), Meia / O craque do histórico Ajax dos anos 90 também nunca teve a oportunidade de disputar uma Copa com a Finlândia, seu país natal e que nunca participou de um Mundial. Litmanen atuou pelo seu país por 21 anos e marcou 34 gols, sendo o maior artilheiro da história da seleção finlandesa.
Neto (Brasil), Meia / A não convocação de Neto é motivo de polêmica até hoje. O jogador havia conquistado medalha de prata nas Olímpiadas de 1988, em Seul, e conduziu o Corinthians na conquista de seu primeiro Brasileirão, em 1990. Mesmo assim, Lazaroni deixou o jogador de fora da lista para o Mundial da Itália. Recentemente, o ex-treinador da seleção chegou a justificar a ausência do meia dizendo que, no período da Copa, Neto parecia um 'balão japonês', se referindo à forma física do jogador.
Neto (Brasil), Meia / A não convocação de Neto é motivo de polêmica até hoje. O jogador havia conquistado medalha de prata nas Olímpiadas de 1988, em Seul, e conduziu o Corinthians na conquista de seu primeiro Brasileirão, em 1990. Mesmo assim, Lazaron... Neto (Brasil), Meia / A não convocação de Neto é motivo de polêmica até hoje. O jogador havia conquistado medalha de prata nas Olímpiadas de 1988, em Seul, e conduziu o Corinthians na conquista de seu primeiro Brasileirão, em 1990. Mesmo assim, Lazaroni deixou o jogador de fora da lista para o Mundial da Itália. Recentemente, o ex-treinador da seleção chegou a justificar a ausência do meia dizendo que, no período da Copa, Neto parecia um 'balão japonês', se referindo à forma física do jogador.
Dejan Petkovic (Iugosláva/Sérvia e Montenegro), Meia / O ídolo do Flamengo poderia ter disputado os mundiais de 1998, pela antiga Iugoslávia, e de 2006 por Sérvia e Montenegro, que se separariam em dois países pouco tempo depois. Segundo o craque, em 1998 ele não disputou a Copa pois alguns jogadores pagaram para ir ao mundial, coisa que Pet não quis fazer. Já em 2006, seu mau relacionamento com os dirigentes Sérvios o tirou do Mundial, mesmo com o clamor popular para que o jogador fosse convocado. À época, Petkovic jogava pelo Fluminense e tinha os jogos transmitidos em seu país natal.
Dejan Petkovic (Iugosláva/Sérvia e Montenegro), Meia / O ídolo do Flamengo poderia ter disputado os mundiais de 1998, pela antiga Iugoslávia, e de 2006 por Sérvia e Montenegro, que se separariam em dois países pouco tempo depois. Segundo o craque, em 1... Dejan Petkovic (Iugosláva/Sérvia e Montenegro), Meia / O ídolo do Flamengo poderia ter disputado os mundiais de 1998, pela antiga Iugoslávia, e de 2006 por Sérvia e Montenegro, que se separariam em dois países pouco tempo depois. Segundo o craque, em 1998 ele não disputou a Copa pois alguns jogadores pagaram para ir ao mundial, coisa que Pet não quis fazer. Já em 2006, seu mau relacionamento com os dirigentes Sérvios o tirou do Mundial, mesmo com o clamor popular para que o jogador fosse convocado. À época, Petkovic jogava pelo Fluminense e tinha os jogos transmitidos em seu país natal.
Ryan Giggs (País de Gales), Meia / Apesar de craque no Manchester United, Giggs nunca conseguiu ter êxito pela sua seleção. A dificuldade era tanta, que nem uma Eurocopa o meia conseguiu disputar pela sua seleção. Ao longo de toda a sua trajetória por Gales, foram 64 jogos e 12 gols
Ryan Giggs (País de Gales), Meia / Apesar de craque no Manchester United, Giggs nunca conseguiu ter êxito pela sua seleção. A dificuldade era tanta, que nem uma Eurocopa o meia conseguiu disputar pela sua seleção. Ao longo de toda a sua trajetória por ... Ryan Giggs (País de Gales), Meia / Apesar de craque no Manchester United, Giggs nunca conseguiu ter êxito pela sua seleção. A dificuldade era tanta, que nem uma Eurocopa o meia conseguiu disputar pela sua seleção. Ao longo de toda a sua trajetória por Gales, foram 64 jogos e 12 gols
Valentino Mazzola (Italia), Meia / Mazzola foi mais um dos prejudicados pelo hiato em Copas entre os anos 30 e 40. Durante a década de 40, foi o principal jogador do dominante Torino, time italiano mais forte na época, e era considerado o principal jogador da Itália na busca pela Copa em 1950. Mas, infelizmente, Mazzola foi vítima do acidente aéreo que matou todo o time do Torino em 1949, até hoje, uma cicatriz profunda na história do futebol italiano.
Valentino Mazzola (Italia), Meia / Mazzola foi mais um dos prejudicados pelo hiato em Copas entre os anos 30 e 40. Durante a década de 40, foi o principal jogador do dominante Torino, time italiano mais forte na época, e era considerado o principal jog... Valentino Mazzola (Italia), Meia / Mazzola foi mais um dos prejudicados pelo hiato em Copas entre os anos 30 e 40. Durante a década de 40, foi o principal jogador do dominante Torino, time italiano mais forte na época, e era considerado o principal jogador da Itália na busca pela Copa em 1950. Mas, infelizmente, Mazzola foi vítima do acidente aéreo que matou todo o time do Torino em 1949, até hoje, uma cicatriz profunda na história do futebol italiano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.