Lance Alessandro Rodrigo conquista o bicampeonato paralímpico no lançamento de disco em Tóquio

Alessandro Rodrigo conquista o bicampeonato paralímpico no lançamento de disco em Tóquio

Recordista mundial da prova, o atleta repetiu a medalha de ouro conquistada na Rio 2016

Lance
Lance

Lance

Lance

Campeão paralímpico na Rio 2016, Alessandro Rodrigo fez valer o favoritismo no lançamento de disco, classe F11, nas Paralimpíadas de Tóquio. O brasileiro sobrou na prova, fez todos as tentativas válidas com marcas para conquistar a medalha de ouro, e ela veio com um novo recorde paralímpico de 43,16m.

+ Carol Santiago garante o terceiro ouro nas Paralimpíadas, e Brasil supera campanha nos Jogos do Rio

Alessandro, que já havia conquistado o bronze no arremesso de peso há três dias, já chegou mostrando porque é o recordista mundial da prova (46,1m em 2019). Logo no primeiro lançamento, fez 42,09m, o que já seria suficiente para o ouro. Nos três arremessos seguintes fez 43,16m, 41,46m e 42,53m.

+ Bruna Alexandre, Danielle Rauen e Jennyfer Parinos conquistam o bronze paralímpico no tênis de mesa

Buscando quebrar o próprio recorde mundial, o atleta foi com tudo para o quinto lançamento e acabou queimando. Na sexta e última tentativa fez 42,27m. A medalha de prata ficou com Mahdi Olad, do Irã (40,6m), enquanto Oney Tapia, da Itália, fechou o pódio, com 39,52m.

Outros resultados do atletismo brasileiro
O Brasil começou o dia com as medalhas de prata e bronze de Marivana Oliveira e Mateus Evangelista, no arremesso de peso e salto em distância, respectivamente. Tuany Priscila e Julyana Cristina ficaram em 6ª e 7ª, respectivamente, no arremesso de peso F57. Jerusa Geber, Lorena Spoladore e Thalita Simplico conquistam vaga na final dos 200m, classe T11, enquanto Viviane Ferreira não avançou nos 100m, categoria T12.

Últimas