Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Alcaraz lamenta derrota em Miami e nega que dia a menos tenha pesado

Espanhol explicou cãibras na partida contra Sinner

Lance|

Lance
Lance Lance

Carlos Alcaraz, número 1 do mundo, lamentou a derrota para o italiano Jannik Sinner na noite desta sexta-feira no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, evento sobre o piso duro com premiação de US$ 8,8 milhões.

Os dois batalharam por três horas com triunfo de Sinner de virada por 6/7 (7/4) 6/4 6/2.

O espanhol comentou sua ida ao banheiro que foi por conta do suor e negou que um dia a menos de descanso tenha pesado. Ele sentiu cãibras ao longo do jogo.

“Não fui ao banheiro para interromper o jogo. Eu estava muito suado, eu tocava em qualquer parte da minha roupa e minhas mãos suavam. Eu só fui me trocar. Em uma demanda tão alta de jogos, se você for ao banheiro por 4 minutos, é difícil para você começar. No final foi isso que me custou um pouco. Então também houve muitos fatores que talvez eu não tenha feito muito bem. Mas depois de um jogo tão exigente, bom, no final começa o desconforto, começa a ter cãibras. Mas só posso dizer que Jannik foi o melhor que eu e essa é a realidade, não perdi por causa do desconforto no início do terceiro set. Parabéns a ele e desejo-lhe o melhor", disse o natural de Murcia: "“A verdade é que não tem muita influência ele ter tido mais um dia de descanso do que eu. Não terminei muito tarde. Fui descansar na hora marcada e simplesmente fiz tudo o que vinha fazendo”.

Publicidade

Agora Alcaraz perderá o número 1 para Novak Djokovic na segunda-feira: "Vamos ver, foram dois meses muito exigentes. Agora vem a temporada de saibro, que também vai ser exigente. E sobre perder o número 1, agora é só tentar recuperá-lo e fazer o possível para que isso aconteça e espero que seja logo”.

Ele comentou sobre Sinner. Este foi o sexto jogo entre os dois e ambos seguem empatados no retrospecto: "Não sei dizer por que tive minhas chances no segundo set. Acho que a única coisa que me faltou foi aproveitar essas oportunidades: os break points que tive em 4-3 no segundo set e os break points que tive no terceiro para recuperar a quebra. No final, não consegui e isso cobra seu preço contra jogadores como Jannik, que se você não aproveitar, está praticamente perdido. Acho que essa foi a grande diferença que aconteceu em relação ao jogo de Indian Wells. Fora isso, acho que foi um jogo muito disputado."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.