Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

África do Sul abre dois gols, mas Argentina reage e empata jogaço pela Copa do Mundo Feminina

Linda Motlhalo e Thembi Kgatlana marcaram pelas Banyana Banyana, mas Sophia Braun e Romina Núñez buscaram a igualdade para...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lance

Na noite desta quinta-feira, Argentina e África do Sul protagonizaram um jogaço na Copa do Mundo Feminina e empataram em 2 a 2. Linda Motlhalo e Thembi Kgatlana abriram o placar para as africanas, mas em grande reação, Sophia Braun e Romina Núñez marcaram os gols do empate sul-americano.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Com o resultado, as duas equipes fizeram seu primeiro ponto, mas a África está em terceiro devido a ter feito um gol na estreia, enquanto a Argentina passou em branco. Suécia e Itália, com três pontos cada, entrarão em campo ainda nesta rodada.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!COM EMOÇÃO! A África do Sul abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo. Aldana Cometti tentou sair jogando pelo meio, mas acabou soltando a bola nos pés de Kholosa Biyana, que achou um grande lançamento. Thembi Kgatlana, com o campo totalmente livre, foi paciente e esperou a chegada de Linda Motlhalo, deixando a camisa 10 com o gol aberto para inaugurar o marcador. O lance, na marcação de campo, seria anulado por impedimento de Kgatlana, mas após revisão no VAR, as linhas deram o veredito de condição legal, validando o gol.

Publicidade

!ERA MAIS RÁPIDO! Já nos acréscimos da metade inicial, Motlhalo devolveu o presente após desarmar na intermediária, fazer linda tabela com Noxolo Cesane e achar Kgatlana no meio livre, só com o trabalho de empurrar para as redes. O impedimento, novamente, seria marcado, mas desta vez, acertado: uma passada a mais com a bola de Cesane acabou deixando a autora do primeiro gol em condição ilegal.

!AGORA SIM! No segundo tempo, a África do Sul voltaria a apostar nas saídas de velocidade e ampliar o placar. Jermaine Seoposenwe recebeu no corredor direito de ataque e tentou o drible para cima de Aldana Cometti. A camisa 6 albiceleste tomou a frente da jogada, mas ao tentar girar, foi desarmada. Seoposenwe deu o tapa para dentro da área e achou um passe com mel na pequena área. Kgatlana só parou o pé direito e acertou o alto do gol, saindo para o abraço e com direito a comemoração especial.

!QUE PINTURA! Seis minutos depois, a equipe argentina voltaria ao jogo. Romina Núñez tentou passe por elevação com Florencia Bonsegundo, mas a defesa cortou com Lebohang Ramalepe. No rebote, Sophia Braun matou no peito e, de fora da área, acertou uma bomba a 92 quilômetros por hora, no ângulo de Kaylin Swart, que nada pôde fazer.

!O GOL DA VIDA! Com a derrota, a Argentina estava sendo eliminada, mas a sobrevivência na competição veio aos 34 minutos da segunda etapa. Miriam Mayorga acelerou jogada pelo lado direito com Yamila Rodríguez, que entrou para mudar a partida. Em cruzamento milimétrico, a camisa 11 achou a cabeça de Romina Núñez, que cabeceou sem muita força, mas com a direção perfeita, tirando do alcance de Swart para empatar o confronto

Como foi o primeiro tempo?

A metade inicial da partida foi muito agitada, mas com o domínio da África do Sul. Se impondo fisicamente e tecnicamente, a equipe comandada por Desiree Ellis teve diversas oportunidades usando a velocidade de suas atacantes, e numa delas, saiu o gol de Motlhalo, abrindo o placar. Kgatlana chegou a ampliar nos acréscimos, mas foi flagrado um impedimento na origem da jogada. A Argentina mostrou pouquíssimo poder ofensivo e foi dominada.

E a segunda etapa?

Inicialmente, a configuração foi a mesma. A Albiceleste tentava sair para o jogo, mas esbarrava em ótima atuação do meio das Banyana Banyana, que aumentaram a vantagem com Kgatlana. Poderia ter sido mais, mas faltou contundência no último passe. Porém, as sul-americanas acordaram depois de um golaço de Sophia Braun, que despertou a equipe. As alterações de Germán Portanova surtiram efeito e Yamila Rodríguez achou Romina Núñez, dupla que veio do banco, para empatar a partida e manter a Argentina com chances de classificação na última rodada.

Como ficou a situação das equipes?

Com o empate, as duas equipes chegaram a um ponto cada no grupo G. A África está à frente por ter um gol a mais, feito no jogo contra a Suécia, na estreia. A Suécia, inclusive, lidera a chave, com os mesmos três pontos da Itália. As duas europeias ainda se enfrentam nesta rodada e quem vencer garante classificação para a próxima fase.

+ Brasil x França: onde assistir, horário e prováveis escalações do jogo pela Copa do Mundo feminina

FICHA TÉCNICA

Argentina 2x2 África do Sul

Data e horário: quinta-ferira, 27 de julho de 2023, às 21h (de Brasília)

Local: Forsyth Barr Stadium, em Dunedin (NZE)

Arbitragem: Anna-Marie Keighley (árbitra); Sarah Jones e Maria Salamasina (auxiliares); Iuliana Demetrescu (quarta árbitra); Abdulla Al-Marri e Drew Fischer (VAR)

Público: 8.834 presentes

Cartões amarelos: Miriam Mayorga (ARG); Kholosa Biyana e Tiisetso Makhubela (AFS)

Gols: Sophia Braun, aos 73', e Romina Núñez, aos 79' (ARG); Linda Motlhalo, aos 30', e Thembi Kgatlana, aos 66' (AFS)

ARGENTINA (Treinador: Germán Portanova)

Vanina Correa; Sophia Braun, Miriam Mayorga, Aldana Cometti e Eliana Stábile; Daiana Falfán (Romina Núñez) e Lorena Benítez (Julieta Cruz); Florencia Bonsegundo, Estefania Banini e Mariana Larroquette (Erica Lonigro); Paulina Gramaglia (Yamila Rodríguez)

ÁFRICA DO SUL (Treinadora: Desiree Ellis)

Kaylin Swart; Lebohang Ramalepe, Bambanane Mbane, Bongeka Gamede e Karabo Dhlaminii; Refiloe Jane (Kholosa Biyana (Tiisetso Makhubela)), Noxolo Cesane (Sibulele Holweni), Hildah Magaia e Linda Motlhalo (Nomvula Kgoala); Jermaine Seoposenwe e Thembi Kgatlana (Melinda Kgadiete)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.