Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Acusado de agressão sexual, japonês pede indenização de R$ 6,4 milhões

Ainda sob investigação, Ito viu-se obrigado a abandonar seleção durante a Copa da Ásia e quer limpar o nome

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

O atacante japonês Junya Ito, afastado da seleção durante a Copa da Ásia no último mês, processou as duas mulheres que o acusam de agressão sexual. Além disso, ele exige uma indenização de 200 milhões de ienes, o que corresponde a R$ 6,4 milhões na cotação atual.

O caso remonta a junho de 2023. A alegada agressão terá acontecido numa concentração da seleção japonesa, em Osaka, após um jogo contra o Peru.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

Uma das mulheres alegou que jantou com Ito após a partida e que, posteriormente, ele a teria embriagado e forçado a ter relações íntimas sem consentimento. Uma outra mulher estaria presente no hotel.

Publicidade

O atleta que atua pelo Reims, da França, nega as acusações e alega que o processo provocou "danos graves à sua imagem". Segundo o advogado Hirotaro Kato, "é extremamente importante limpar o seu nome o mais rapidamente possível, porque a carreira de jogador é muito curta»,

O processo, no entanto, ainda decorre. A polícia japonesa anunciou em 1º de fevereiro a abertura de uma investigação ao caso.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.