Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Abel vê Santos superior ao Palmeiras na final do Paulistão, e reclama do calendário

Treinador lamenta desvantagem, mas acredita na força da torcida palmeirense no Allianz Parque

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

O Palmeiras largou em desvantagem na final do Paulistão contra o Santos, que venceu o clássico por 1 a 0, na Vila Belmiro. Agora, o Verdão precisará reverter o resultado no Allianz Parque no próximo dia 7. No entanto, o técnico Abel Ferreira ainda conduzirá o time na estreia da Libertadores no meio da semana, na Argentina. O calendário, mais uma vez, foi motivo de reclamação do técnico português.

➡️ Tudo sobre o Verdão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Palmeiras

- Nossa equipe, muitas vezes, entra para jogar a 70% da energia. Se vocês não acreditam no que eu digo, e como todos aqui acham que o que é de fora é bom, ouçam as reclamações do Guardiola sobre o calendário. Não há como. Isso não é desculpa, é fato. O adversário teve três dias de descanso e o Palmeiras dois - disse Abel Ferreira.

De fato, o Santos teve e ainda terá mais tempo de descanso nas finais. Além de um dia a mais de descanso da semifinal para a final, o Peixe não terá jogo no meio da semana e poderá se dedicar completamente ao próximo jogo contra o Palmeiras, que ainda enfrentará o San Lorenzo na quarta-feira (3).

Publicidade

Apesar da reclamação, o técnico palmeirense acredita que o Peixe foi mais competitivo neste primeiro confronto da final paulista, mas acredita na força do Verdão diante de sua torcida no Allianz Parque.

+ Torcida do Palmeiras detona titular na derrota contra o Santos: ‘jogo grande sempre entrega’

- Em termos de oportunidades, não achei que o Santos teve a mais que nós. Achei, sim, o Santos mais competitivo, mais fresco. Mas na segunda parte, o adversário só se defendeu. E bem. No primeiro tempo dessa eliminatória, 1 a 0 para o Santos. Agora é no chiqueiro! Contamos com o apoio a vibração dos nosso torcedores. Somos o time do amor, somos o time da virada - completou Abel Ferreira.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.