Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Abel Ferreira rasga elogios para 'reservas' do Palmeiras e faz apelo para a torcida: 'Acreditem em mim'

Treinador do Verdão falou do quanto confia no trabalho de Rafael Navarro, um dos jogadores que são mais criticados pela torcida palmeirense...

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

O Palmeiras venceu o Tombense, de virada, por 4 a 2, e abriu vantagem na disputa por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Além do resultado importante, Abel Ferreira teve a certeza de que pode contar com peças do elenco para o restante da temporada, quando vai precisar suprir as ausências de seus titulares. O técnico pediu para que a torcida confie nas avaliações dele.

> Veja tabela da Copa do Brasil-2023 clicando aqui

Em entrevista coletiva após a partida desta quarta-feira, no Allianz Parque, o comandante português não poupou elogios para o que viu em campo de jogadores que tiveram oportunidade de serem titulares ou de entrarem em campo, principalmente aqueles que têm menos espaço na equipe. Entre esses nomes está o de Rafael Navarro, que foi o autor do quarto gol e ainda sofreu um pênalti.

- Este é um elenco de trabalho, é uma equipe que trabalha muito para que os torcedores reconheçam o que eles fazem. Sempre falo para eles se prepararem para jogar. Sei que em um campeonato como Brasileiro, vai jogar todo mundo, é difícil manter a mesma equipe, vai quebrar, ninguém é de ferro. Fico contente. Se os nosso torcedores confiam em mim, posso dizer, que quando o Navarro fizer metade do que faz nos treinos, ele vai mostrar valor e vai ser abraçado pela torcida. É um garoto, vai falhar, mas lá fora querem resultados imediatos. Quero que ele s acreditem neles, como eu acredito - declarou o ídolo palmeirense antes de completar:

Publicidade

> Abel Ferreira nega interesse do Palmeiras em jogador do São Paulo: 'Não vai pular o muro'

- É um sentimento de pertencimento, de família, de que estamos uns pelos outros, de sabermos o quanto cada um se dedica. Não fui eu que pedi para o Weverton dar um pique para abraçar o Navarro. Eu digo para ele "só preciso que faça 50% do que treina, que os torcedores vão abraçar". Enquanto correr, vai ter um treinador que ajuda em todos os momentos. Quando sinto que não dá, eu troco. Eu sinto que tem potencial, são jogadores com muita margem, eu consigo ver à frente.

O Palmeiras agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, no qual estreia neste sábado, às 16h, diante do Cuiabá, no Allianz Parque. Contra o Tombense, o jogo de volta será apenas no dia 26 de abril, fora de casa, às 20h, quando eles decidem vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.