Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Abel Ferreira explica em qual circunstância pode usar Endrick e Rony juntos no Palmeiras

Jovem substituiu camisa 10 nos minutos finais do Dérbi e teve ótima atuação

Lance|

Lance
Lance Lance

No empate do Palmeiras em 0 a 0 com o Corinthians neste domingo (3), pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Abel Ferreira optou pela entrada de Endrick faltando apenas dez minutos para o fim da partida, no lugar de Rony. Com pouquíssimo tempo em campo, o jovem teve uma ótima atuação, dando trabalho aos defensores adversários, o que fez com que o treinador fosse questionado sobre a utilização de Rony e Endrick juntos na entrevista coletiva após o Dérbi.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Abel explicou a circunstância em que poderia usar os dois jogadores juntos, afirmando que apesar de ter mais presença na área, no futebol é necessário ter equilíbrio. O português foi muito contestado por grande parte da torcida palmeirense por ter deixado o camisa 10 em campo por tanto tempo e por ter optado pela entrada de Breno Lopes, que acabou perdendo uma chance inacreditável durante a partida, iniciada justamente pela Cria da Academia.

+ Copo Stanley a partir de R$120,00. Bebida gelada nos 90' de jogo do Verdão!

Publicidade

- Se eu quiser ser mais ousado, como fizemos com o Água Santa. Eu, como treinador, tenho que ver o todo, não só o momento com bola. Com bola, jogar com dois centroavantes me dá mais presença na área, mas preciso de equilíbrio. Futebol não dá para tapar a cabeça e os pés ao mesmo tempo - disse Abel Ferreira.

O treinador, ainda, disse que as escolhas dependem do momento e destacou a força de Endrick na transição, elogiando bastante o camisa 9 do Verdão, que "pode ganhar um jogo sozinho". Apesar dos elogios, Abel não falou nada a respeito de uma possível titularidade do jovem atacante nas próximas partidas.

Publicidade

- Endrick gosta mais da centro-esquerda, Rony da centro-direita. Mas não vou atrás de dinâmicas desde o início da equipe para, entre aspas, ajeitar um jogador só. Não. Se tivermos que buscar um resultado, pode ser. Preciso olhar para os momentos de transição, de defender. Por isso nossa equipe é organizada e consistente. Endrick é fortíssimo na transição, com espaço nas costas. Pode ganhar um jogo sozinho, mas isso tem a ver com o momento, se tiver que ser, vai ser - concluiu Abel.

+ Saiba todas as chances do Palmeiras no Brasileirão

Publicidade

O Palmeiras só volta a campo daqui a 11 dias devido à pausa para a Data Fifa. O Verdão recebe o Goiás no dia 15 de setembro (sexta-feira), às 21h30, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com praticamente duas semanas livres, Abel Ferreira terá tempo para trabalhar a evolução do time e buscar soluções para lacunas.

Durante a pausa, o técnico não contará com Raphael Veiga, Piquerez, Richard Ríos e Gustavo Gómez, que se apresentam à Seleção Brasileira, uruguaia, colombiana e paraguaia, respectivamente.

* JALILE ELIAS colaborou sob a supervisão de Alexandre Guariglia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.