Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

10 anos do 7 a 1: título alemão coroou projeto que o Brasil precisa começar

Saiba como foi o processo de reestruturação da Alemanha. É o 7 a 0 da série do Lance!

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

O 7 a 1 foi uma surpresa para o futebol brasileiro, mas nem tanto para o lado alemão. Não pelo placar, é claro, e sim porque o sucesso colhido na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, foi fruto de um projeto conduzido por mais de 10 anos. Uma década depois daquele Mundial, ainda é um exemplo que o futebol brasileiro deve seguir.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

A geração já é outra, e a seleção alemã não vive o mesmo momento de alta da década passada. Mas, neste 8 de julho, o Lance! relembra o esforço de reconstrução do futebol alemão como um exemplo que o Brasil precisa e ainda não seguiu.

Forjados na frustração

Publicidade

Tudo começou em 2002, quando a Alemanha retornou à final da Copa do Mundo na Coreia do Sul, depois de 12 anos, diante do Brasil. Os europeus só haviam sofrido um gol na Copa do Mundo, e Oliver Kahn, goleiro alemão, fazia atuações memoráveis que lhe renderam o prêmio de melhor jogador da competição.

Porém, os deuses do futebol não recompensaram o lendário goleiro, que falhou em um dos gols do Fenômeno Ronaldo. A Alemanha perdeu por 2 a 1 para o Brasil, novo pentacampeão do mundo.

Publicidade

➡️ 10 anos do 7 a 1: Ainda marcada pela tragédia, o que a Seleção Brasileira quer ser?

Esse não foi o fundo do poço. Dois anos depois, na Eurocopa de 2004, a equipe caiu na fase de grupos com uma derrota por 2 a 1, de virada, para os reserva da República Tcheca.

Reestruturação

Os resultados mostravam que o futebol alemão não era mais competitivo, e a federação local agiu. O plano foi montado para reerguer o esporte no país. A estratégia traçada foi mais eficiente e mais barata do que contratar grandes grifes. Os dirigentes criaram uma estrutura de divisões de base para que os jovens pudessem brilhar anos depois.

Desde 2004, a Federação Alemã de Futebol (DFB) obrigou, entre outras medidas, que todos os clubes das primeira e da segunda divisões nacionais construíssem centros de excelência para formação de jovens jogadores. Todos os clubes foram obrigados a montar escolinhas de futebol como exigência para que pudessem participar do campeonato nacional.

➡️ 10 anos do 7 a 1: Trauma não mudou mística, mas provou alteração no conceito do camisa 10 da Seleção

Além disso, a presença de filhos de imigrantes na Alemanha beneficiou a renovação do esporte local. Ao todo, a seleção de 2014 teve sete jogadores com raízes fora do país: os poloneses Podolski e Klose; Mesut Özil, de pai turco; Sami Khedira, de família tunisiana; Jerome Boateng, com família nascida em Gana; e Shkodran Mustafi, de pais albaneses nascidos na Macedônia.

Tropeços no caminho

O início do novo investimento do futebol alemão começou a dar resultados logo cedo. Mesmo com as derrotas, a Alemanha percebeu que o caminho seria doloroso. Para chegar bem ao final da jornada, era necessário aproveitar o processo, por mais difícil que ele parecesse.

Afinal, a seleção havia sido eliminada para a Itália na semifinal da Copa de 2006 (campeã), e para a Espanha na final da Eurocopa de 2008 e a semifinal da Copa de 2010 (campeã).

A chegada de novas promessas e estrelas mostrou o futuro promissor da Alemanha. O principal deles, Thomas Müller, meia que se tornou ídolo do Bayern de Munique e disputou quatro Mundiais e quatro Euros.

Coroação do projeto de 10 anos

A revanche foi tardia, mas concluída. A Alemanha reencontrou o Brasil no mata-mata da Copa do Mundo de 2014 e contou uma das maiores histórias do esporte, 7 a 1 em uma semifinal, dentro da casa do maior campeão do torneio. Para a grande maioria, a derrota da Amarelinha em 2014 foi o maior vexame da história do futebol.

Depois de 10 anos de lutas, a seleção da Alemanha venceu a Argentina no Maracanã e conquistou, pela 4ª vez em sua história, a Copa do Mundo. Foi a coroação do projeto.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.