Kannemann treina com o grupo e deve reforçar o Grêmio no Gre-Nal da Libertadores

O Grêmio pode ter um reforço importante para enfrentar o Internacional, na próxima quinta-feira, no primeiro Gre-Nal pela Copa Libertadores da América. O zagueiro Kannemann treinou normalmente com o grupo nesta sexta-feira e, apesar de ficar fora contra o Pelotas, neste domingo, pelo Campeonato Gaúcho, deve ser aproveitado pelo técnico Renato Gaúcho na competição continental.

O argentino não entra em campo desde o dia 30 de janeiro, quando levou uma pancada no pé esquerdo na partida contra o São José. O departamento médico do Grêmio ainda tentou recuperá-lo sem necessidade de cirurgia, mas Kannemann teve de realizar o procedimento, sendo operado no dia 13 de fevereiro.

A previsão para o retorno era de até quatro semanas, o que vai coincidir com o Gre-Nal. A última etapa deve acontecer no domingo, quando ele deve participar de um treino coletivo, já que Renato Gaúcho deve colocar em campo uma equipe alternativa para enfrentar o Pelotas.

Nesta sexta-feira, o zagueiro, que estava em transição do departamento médico para o campo, foi liberado para treinar pela primeira vez com os companheiros. Se der uma resposta positiva no domingo e nos outros treinos da semana, Kannemann será titular contra o Inter.

Com isso, o Grêmio teria sua dupla titular em campo para o Gre-Nal. Apesar de ser substituído na partida contra o América de Cali, na terça-feira, Pedro Geromel não preocupa para o clássico. O zagueiro apenas sofreu com o desgaste do tempo que ficou afastado por causa de uma artroscopia no joelho direito.

Para o jogo com o Pelotas, Geromel também não será utilizado por Renato Gaúcho. O treinador ainda faz mistério sobre o time que vai colocar em campo, mas os titulares devem ser mesmo poupados para o Gre-Nal.

Fora da lista da seleção olímpica, anunciada nesta sexta-feira pelo técnico André Jardine, o atacante Pepê é um dos jogadores que vão ganhar uma oportunidade. O jogador espera que suas atuações possam render uma chance no Gre-Nal. "Sabemos que será um jogo difícil, o Pelotas tem uma equipe forte... A preparação foi excelente nesta semana e vamos tentar fazer um grande jogo", afirmou o jogador, que preferiu não lamentar sua ausência na lista.

"Tenho o espelho do Everton (Cebolinha), que foi convocado pelo Tite. Tenho de continuar trabalhando", disse Pepê, que foi um dos destaques no Pré-Olímpico da Colômbia, quando Brasil garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.