Esportes Juventus é superada pelo Verona e chega ao terceiro jogo sem vitórias no Italiano

Juventus é superada pelo Verona e chega ao terceiro jogo sem vitórias no Italiano

A Juventus continua seu calvário no Campeonato Italiano. Depois de ser surpreendida pelo Sassuolo, em casa, no meio de semana, voltou a ser derrotada neste sábado, desta vez em visita ao Hellas Verona, por 2 a 1, em confronto no qual foi totalmente envolvida.

Já são três rodadas sem triunfos na competição da equipe do técnico Massimiliano Allegri, cada dia mais distante dos líderes e, pior, fora da zona de classificação à Liga dos Campeões e também Liga Europa - apenas os seis primeiros se garantem e a Juventus figura em sétimo.

Em visita ao estádio Marcantonio Bentegodi, a missão era pôr fim à má fase e ganhar motivação para defesa da campanha perfeita na Liga dos Campeões, terça-feira, contra o Zenit, em Turim. Mas bastaram menos de 15 minutos para o clima já ficar pesado novamente.

Artilheiro do Verona, Giuseppe Simeone confirmou a boa fase com mais dois gols na conta. Já são oito nos últimos seis embates. Desta vez, precisou de pouco tempo para alegrar os mais de 20 mil torcedores no estádio.

Aos 11 minutos, batida para o gol desviada no caminho e a bola sobre limpa para Simeone somente empurrar às redes. Três minutos mais tarde, o goleador recebeu na entrada da área, pela esquerda. Cortou para dentro e bateu com curva, no ângulo.

A Juventus estava perdida em campo e por pouco não veio o hat-trick. Simeone, na verdade, até anotou seu terceiro na partida, mas o árbitro apitou falta no brasileiro Danilo e impugnou o lance. O fim do primeiro tempo serviu para o time de Turim tentar assimilar o golpe.

A volta veio com um futebol mais equilibrado e chances para diminuir. O goleiro Montipo fez milagre e evitou o primeiro gol dos visitantes. Com o passar do tempo, a Juventus demonstrou cansaço por passar o tempo todo "correndo atrás" da rival e deixou o ritmo cair. A partida perdeu em intensidade e se arrastava, até Mckennie receber livre e diminuir.

Faltando 10 minutos, a Juventus "voltou" para o jogo e ganhou fôlego extra para tentar buscar a igualdade. Se lançou toda à frente e quase igualou com Dybala, que bateu colocado e lamentou nova defesa impressionante de Montipo. A Verona se fechou, não teve vergonha em dar chutões e festejou o gigante triunfo. Ainda neste sábado, Atalanta e Lazio empataram por 2 a 2.

Últimas