Esportes Jogadores ingleses vão doar prêmio da Eurocopa para serviço público de saúde

Jogadores ingleses vão doar prêmio da Eurocopa para serviço público de saúde

Os atletas da seleção inglesa decidiram que irão doar o prêmio financeiro que receberam pela participação na Eurocopa para o serviço público de saúde do Reino Unido, o National Health Service (NHS), que tem sido crucial no combate à pandemia de covid-19 no país. Na final, a Inglaterra enfrentará a Itália.

Os valores, mesmo em caso de segunda colocação, não são pequenos. O grupo de jogadores campeões da Eurocopa receberá 9,6 milhões de libras esterlinas (R$ 70,1 milhões) para dividir entre os 26 atletas, enquanto o vice receberá 8,5 milhões de libras (R$62,1 milhões). A federação do país vencedor receberá 24 milhões de libras (R$ 175 milhões).

"Depois de discussões positivas com a FA, os jogadores da seleção masculina principal estão satisfeitos em confirmar que uma doação significativa dos jogos internacionais será feita à NHS Charities Together através da iniciativa Players Together. Esta contribuição será retirada de um fundo já reservado para apoiar uma variedade de causas sociais usando todo o dinheiro recebido de jogos desde setembro de 2018", afirmaram os jogadores em um comunicado oficial. Os planos ainda estão finalizados por conta de questões relativas à tributação.

O Players Together é um fundo de caridade dos jogadores que atuam na Inglaterra, criado no ano passado por iniciativa de Jordan Henderson, capitão do Liverpool e um dos jogadores da seleção.

A final da Eurocopa será no próximo domingo, às 16h, em Wembley, estádio histórico em Londres. A Inglaterra chegou à decisão após superar a Dinamarca na prorrogação, enquanto a Itália empatou com a Espanha e conquistou a vaga na disputa de pênaltis.

Últimas