Esportes Jogador da NFL será acusado de dirigir alcoolizado após acidente com vítima fatal

Jogador da NFL será acusado de dirigir alcoolizado após acidente com vítima fatal

O receptor Henry Ruggs III, jogador do Las Vegas Raiders, da NFL (liga de futebol americano, na sigla em inglês), se envolveu em um acidente de carro com uma vítima fatal na terça-feira, em Nevada, nos Estados Unidos. De acordo com a polícia local, o atleta de 22 anos será acusado de dirigir sob a influência de álcool ou drogas. Horas após o incidente, ele foi dispensado da equipe.

Segundo a polícia, o Chevrolet Corvette que Ruggs III dirigia colidiu com a traseira de um Toyota Rav4. Os bombeiros que foram ao local encontraram o carro atingido em chamas "e uma vítima falecida dentro" do veículo, explicou o departamento de polícia da área metropolitana de Las Vegas no Twitter. Ainda de acordo com as autoridades, Ruggs III permaneceu no local mostrando "sinais de deterioração". Ele foi levado ao hospital para tratar ferimentos leves.

O jogador "será acusado dirigir sob influência de entorpecentes, resultando em morte". A legislação do estado de Nevada prevê para este crime uma pena mínima de dois anos e máxima de 20.

De acordo com a mídia americana, Ruggs III estava viajando com um companheiro que ficou ferido na colisão e também foi hospitalizado. Em uma primeira reação, o Las Vegas Raiders disse em um comunicado que estava "ciente de um acidente envolvendo Henry Ruggs III".

"Estamos arrasados com a perda de vidas e nossos pensamentos e orações estão com a família da vítima", afirmou a franquia. "Estamos em processo de coleta de informações e não temos mais comentários no momento." Os Raiders mais tarde anunciaram em uma breve mensagem no Twitter que o jogador foi libertado.

Ruggs III foi escolhido pelos Raiders com o número 12 no Draft 2020. Na temporada passada ele jogou 12 partidas e na atual outras sete. Na atual ele tem 24 recepções para 469 jardas e dois touchdowns para os Raiders, que tiveram uma folga no dia do último fim de semana.

A NFL também ofereceu suas condolências à "família e amigos da vítima desta terrível tragédia". "Continuaremos a coletar fatos e monitorar o assunto de acordo com nossas políticas, mas nossos pensamentos neste momento estão com aqueles afetados por este incidente devastador", disse a liga em um comunicado.

Últimas