Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Zubeldía diz que São Paulo merecia placar mais elástico e explica reservas

Treinador elogiou desempenho da equipe contra o Águia, explicou motivo por poupar titulares e revelou papo com o lateral Welington

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Rubens Chiri e Paulo Pinto/Saopaulofc.net (Paulo Pinto)

O São Paulo bateu o Águia de Marabá por 2 a 0 nesta quinta-feira (23), no MorumBIS, e se classificou para as oitavas de final da Copa do Brasil. Contudo, para o técnico Luis Zubeldía, o placar poderia ser ainda mais elástico. O Tricolor criou várias oportunidades de gol, mas parou em grande atuação do goleiro Axel.

“A equipe jogou bem os dois tempos. Tenho a sensação de que merecíamos mais gols, mas era importante passar de fase, a responsabilidade era 100% nossa. Fizemos o que tínhamos de fazer, com um rival que tentou fazer um bom trabalho, mas não deixamos reagirem. E isso é bom para o time, porque assumimos a responsabilidade e jogamos a fase muito séria, apesar de ganharmos a primeira partida”, disse Zubeldía, que prosseguiu.

“Era importante que nosso torcedor pudesse ver uma vitória. Gostaríamos de fazer muito mais gols e acho que o desenrolo do jogo indicava que poderíamos ter feito quatro, cinco gols no mínimo. Mas também temos de ter os pés no chão, porque também falta crescermos em alguns aspectos”, completou.

Publicidade

Zubeldía explica time reserva contra o Águia de Marabá

Além disso, o técnico surpreendeu ao fazer como no Mangueirão e escalar um equipe reserva. Alguns jogadores, por exemplo, ficarão 13 dias sem jogar até a partida contra o Talleres, dia 28, pela Libertadores. Mas o treinador disse que precisava observar e dar minutos para alguns jogadores neste período.

Publicidade

“Sinto que estamos numa etapa em que os que têm mais minutos necessitam treinar, sem o estresse de jogo, e quem tem menos minutos necessitávamos ver em um jogo oficial com nosso torcedor para avaliar o rendimento. Ao final, sempre digo o mesmo: nosso torcedor não se pergunta se joga Pedro ou Juan. Joga São Paulo, não importa quem joga. Essa é a mensagem para meus jogadores. Amanhã é virar a página e pensar no Talleres”, falou o técnico.

Welington renova com o São Paulo?

Publicidade

Por fim, o treinador falou da situação do lateral-esquerdo Welington. Com contrato até 31 de dezembro, ele foi chamado para uma conversa e ouviu do técnico que gostaria de ver o jogador com o contrato renovado.

“A situação dele é de conhecimento público. É um jogador que eu gosto muito. Não há muitos laterais com a característica do Welington. Nem aqui nem no exterior. É um jogador da casa, formado na base e creio que tem uma boa idade para seguir fazendo seu jogo. Mas eu não sou o Welington. Eu posso entrar na cabeça dele, posso sugerir que São Paulo é um dos times mais importantes do mundo, mas ao final não posso me meter na decisão do jogador. A parte econômica, contratual, que rodeia o futebol, quem pode decidir é o jogador e a diretoria. Eu chego até um certo ponto”, finalizou Zubeldía.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.