Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Zagueiro da Juventus vai a julgamento por dirigir bêbado

Rugani, da Velha Senhora, realizou teste do bafômetro em julho de 2023, com indicador de álcool três vezes acima do padrão

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Gabriel Bouys/AFP via Getty Images

O zagueiro da Juventus Rugani cometeu infração de trânsito em julho do ano passado. O jogador dirigia por Turim, onde passou pelo bafômetro e testou positivo para embriaguez. Assim, ele vai a julgamento e, segundo o jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, a audiência ocorrerá no dia 23 de maio deste ano.

O defensor se locomovia pela cidade italiana até que foi abordado por policiais. Em seguida, as autoridades pediram que ele fizesse uma verificação ao passar pelo teste do bafômetro. No exame se comprovou que Rugani estava bêbado. Na primeira prova, deu 1,56 no índice alcóolico. Na segunda, 1,54. De acordo com a imprensa local, uma medição três vezes acima do ideal.

No mesmo momento, os policiais confiscaram sua carteira de habilitação. Posteriormente, o defensor recebeu acusação de conduzir seu carro sob o efeito do álcool. Com base nas leis da Itália, a violação provoca uma multa de até nove mil euros (algo próximo de R$ 50 mil na cotação atual), assim como pena de prisão por um ano e a proibição de dirigir por até dois anos.

Publicidade

Caso de infração do zagueiro da Juventus

Ainda de acordo com “La Gazzetta dello Sport”, o juiz que recebeu o caso exigiu que o zagueiro desembolsasse cinco mil euros (R$ 27,3 milhões) para não ir a julgamento. No entanto, Rugani preferiu enfrentar o Tribunal. Na última quinta (2), o juiz Roberto Ruscello recusou a solicitação de liberdade condicional que os advogados do jogador entregaram. Além disso, reagendou a próxima sessão para 23 de maio de 2024.

Publicidade

A prioridade de Rugani era cumprir a sua pena com serviços sociais, de utilidade pública, ou até mesmo em organizações sem fins lucrativos. Especialmente para compensar o prejuízo que ele causou pelo seu gesto equivocado. Contudo, a justificativa para recusa é que o envio da solicitação foi após o prazo estabelecido.

Desta forma, o jogador terá que enfrentar o julgamento, com a chance de participação de testemunhas e com base em laudos periciais. A defesa do atleta vai tentar mais uma vez a reavaliação da punição.

Publicidade

Rugani entrou em campo pela Juventus, na última vez, em 30 de março. Na oportunidade, a Velha Senhora perdeu para a Lazio por 1 a 0, na 30ª rodada do Campeonato Italiano, quando ele foi titular. Nos cinco compromissos seguintes da equipe, ele ficou no banco de reservas. Na atual temporada, o defensor já atuou em 16 partidas e marcou três gols.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook .

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.