Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Wilson Seneme diz que árbitros não têm ligação com apostas

Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF esteve como convidado na CPI da Manipulação de Resultados em Brasília

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

Convidado pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Manipulação de Resultados nesta terça-feira (22), Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, negou qualquer tipo de participação dos árbitros brasileiros com a máfia que está sendo investigada de manipular jogos das Séries A e B. 

“Não recebi nenhuma informação ou contato em relação a isso. Se eu tivesse recebido, eu já tinha procurado o Ministério Público”, disse Seneme.

A convocação de Seneme aconteceu porque os parlamentares consideravam que o ex-árbitro poderia contribuir com “informações esclarecedoras e fatos relevantes para as investigações em curso”, como descreve um dos requerimentos. Quatro parlamentares diferentes fizeram o convite.

“A gente faz semanalmente reuniões com mais de 800 profissionais pra tratar de cuidados que os árbitros devem seguir, formas de se preservar, inclusive num contexto familiar, na chegada aos estádios, durante as viagens”, explicou Seneme.

Publicidade

LEIA MAIS: Maracanã fecha a partir de domingo para recuperação do gramado

De acordo ainda com Seneme, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) solicitou à CBF todo o material de áudios e vídeos do árbitro de vídeo das partidas das séries A e B do Campeonato Brasileiro. Ele frisou que o material já foi enviado.

Publicidade

Nino Paraíba será ouvido nesta quarta-feira

A CPI da Manipulação de Resultados terá um novo encontro nesta quarta-feira (23). Dessa vez, os parlamentares vão conversar com o jogador Nino Paraíba, que foi suspenso pelo STJD por envolvimento em manipulação em jogos de 2022.

O lateral-direito recebeu dinheiro para levar cartão amarelo em três partidas quando defendia o Ceará (Flamengo, São Paulo e Cuiabá). O atleta – atualmente no Paysandu – não foi denunciado e se tornou testemunha após um acordo com o MP-GO.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.