Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Weverton aponta confiança do elenco: ‘Já provamos o nosso valor’

Além de destacar a força do torcedor neste momento da temporada, Weverton acredita que essa situação difícil no ano fortalecerá o time...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

O Palmeiras busca reencontrar uma sequência de vitórias na temporada. Afinal, nos últimos oito jogos, o time do Abel teve apenas uma vitória, com três empates e quatro derrotas. Dessa forma, além da cobrança, o torcedor olha com desconfiança para o seu time. No entanto, para o goleiro Weverton, ídolo dos palmeirenses, o segredo para voltar a vencer é o trabalho. Além disso, afirmou que o grupo já provou o seu valor e enalteceu importância dos palmeirenses na arquibancada durante os jogos.

“Vamos continuar fazendo o que fazemos de melhor, que é trabalhar e se dedicar. O torcedor palmeirense sabe bem o que podemos entregar dentro de campo. É natural que algumas vezes as coisas não fluam como esperamos, mas temos a certeza de que as coisas vão voltar ao normal. Já provamos o nosso valor e estamos aqui todos os dias para que possamos melhorar e entregar nosso melhor desempenho dentro de campo para que as vitórias voltem. Há tantos anos mantendo esse elenco, na hora da adversidade, a gente se olha e sabe que vai melhorar. Treinamos cada vez mais sério. No futebol, do mesmo jeito que a bola bate e entra, tem dias que ela vai bater e sair. Faz parte. Temos que ter tranquilidade nesse momento, trabalhar muito, lutar muito e se dedicar para as vitórias virem” afirmou Weverton ao site oficial do Palmeiras.

“Tentamos fazer a nossa parte dentro de campo e o torcedor tem feito a parte dele fora. Quantos jogos já ganhamos porque o torcedor fez a diferença? Sabemos reconhecer, sabemos que o Palmeiras é muito mais forte quando tem essa união. Dentro do nosso estádio, então, nem se fala. Que o torcedor continue acreditando na gente, continue fazendo a sua parte, nos incentivando e lotando o estádio. Somos fortes com eles do nosso lado, e não tenho dúvidas de que no sábado ele vai nos apoiar, nos incentivar como sempre tem feito”, disse.

Luan recebe sondagens do futebol russo e pode deixar o Palmeiras

Publicidade

Saí para lá, desconfiança

Apesar do momento instável, o Palmeiras ainda tem muita coisa para brigar nesta temporada. Afinal, além do títulos títulos da Supercopa do Brasil e do Paulistão no início do ano, o Verdão está vivo na Libertadores e Brasileirão. Assim, Weverton garantiu que essa situação difícil no ano fortalecerá o Alviverde.

“Ninguém quer passar por momentos difíceis, mas eles também nos fortalecem, nos preparam para o que vem pela frente. Essa é uma frase que o Abel tem falado, pois já passamos por isso em outras temporadas. Suportamos bem, continuamos mantendo nossos princípios, nossas renúncias, nossas tarefas, e isso nos prepara para alcançar coisas grandes lá na frente. Temos feito um grande ano já, fomos campeões da Supercopa e do Paulista, e temos ainda Libertadores e Brasileirão. Vamos trabalhar para que seja o melhor ano possível”, destacou o goleiro.

Publicidade

Presente e futuro com a camisa do Palmeiras

Weverton já defendeu a camisa palmeirense em 308 jogos e é unanimidade entre os torcedores. Ele é o 29º jogador que mais entrou em campo na história do clube paulista. Assim, já almeja subir nesta lista, que tem o atacante Dudu, com 439 partidas.

“Sou um cara realizado e satisfeito. Tenho muita alegria de vir aqui todos os dias e me preparar. Enquanto tiver essa alegria e essa disposição, vou me preparar, olhar para a frente e ver que posso atingir mais marcas, mais jogos, chegar lá no topo. Isso só se conquista com o trabalho, não com o nome e nem com o que foi feito no passado. Cada vez mais temos que provar que merecemos estar jogando, completar números. Eu sinto um respeito muito grande do torcedor palmeirense aonde eu vou, em qualquer cidade do Brasil sentimos esse carinho. Mas, na vida de goleiro, não dá para relaxar. Tem de sempre treinar em alto nível, no limite. Eu sempre trabalho para estar no meu melhor e sair dos jogos sem sofrer gols”, detalhou.

Publicidade

“Daqui a pouco, já penso nos 350, 400 jogos. Sei que é muito difícil fazer contas e pensar em coisas que não aconteceram ainda, mas acho que todo ser humano tem de fazer planos, e os meus são chegar cada vez mais em cima e, quando parar para olhar para trás, ver que valeu tudo a pena: os dedos tortos, machucados… Se eu pudesse fazer tudo de novo, eu faria. Sou muito grato por tudo que já vivi e tenho muita fé de que vou viver muita coisa boa ainda, tenho essa convicção no meu coração. Vejo isso no dia a dia, nas pessoas, em cada funcionário, nos meus companheiros, o quanto cada um quer seguir vencendo. Vivemos mais tempo junto aqui dentro do que na nossa casa, e tenho convicção de que vamos viver muita coisa maravilhosa aqui ainda”, concluiu Weverton.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.