Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Viradouro é a campeã do Carnaval do Rio

Agremiação de Niterói gabarita e conquista o título de 2024. É seu terceiro caneco nos desfiles das Escolas de Samba

Jogada 10|

Foto: Alexandre Vidal / Rio Carnaval
Foto: Alexandre Vidal / Rio Carnaval Foto: Alexandre Vidal / Rio Carnaval (Jogada 10)

A Viradouro é a grande campeã do desfile das Escolas de Samba do Rio em 2024. A conquista veio após a apuração das notas nesta quarta-feira (14/2) em grande estilo. Afinal, gabaritou em todos os dez quesitos, com 270 pontos, ratificando o seu desfile excepcional na noite de segunda para terça-feira. A escola de Niterói perdeu décimo em três quesitos, mas todos foram para o descarte, o que garatiu a nota máxima. Em segundo lugar ficou a Imperatriz Leopoldinense (269,3), com a Grande Rio em terceiro lugar (269,2).

As três escolas eram as principais favoritas e confirmaram o Top3. Completaram o G6 Salgueiro, Portela e Vila Isabel. Todas voltam ao Desfile das Campeãs, neste sábado. A Porto da Pedra, que subiu para este ano ficou em último e está rebaixada.

Esta foi a terceira conquista da Viradouro, campeã em 1997 e 2020. Nos últimos dois desfiles, bateu na trave para as campeãs de 2022 e 2023 (Grande-Rio e Imperatriz, respectivamente).

Viradouro impecável na avenida e na soma das notas

A escola foi a última das 12 que desfilaram na Sapucaí, já amanhecendo na terça-feira. Seu enredo foi “Arroboboi, Dangbé”, que falava sobre a força da mulher negra contando a história de uma serpente que se tranformou em deusa ao vencer uma guerra na África, em Benin e que reverberou entre os escravos no Brasil. Um culto à serpente sagrada.

Publicidade

O desfile foi excepcional desde a comissão de frente, inovando com uma imensa serpente por controle remoto que passeava pela avenida, até os carros alegóricos gigantescos e muito bem acabados. Não bastasse, o samba, um dos melhores, rendeu perfeitamente e não ocorreu erros técnicos.

Com isso, a escola foi para a apuração como favorita ao lado da Imperatriz Leopoldinense. Contudo, logo no primeiro quesito, Alegorias e Adereços, a Imperatriz perdeu décimos. A briga da Viradouro passou a ser com Vila Isabel e Grande Rio. Porém, a Vila afundou no quesito Mestre-Sala e Porta-Bandeira. Já a Grande Rio perdeu muitos décimos no Enredo. Aí, acumulando as notas 10, a Viradouro apenas aguardou o fim da apuração, pois não poderia mais ser ultrapassada.

Publicidade

Este foi o segundo título do carnavalesco Tarcísio Zanon na escola, assim como o segundo do mestre de bateria Mestre Ciça.

“Trabalho coroado e realizado, somos mais uma vez campeões do Carnaval”, disse Mestre Ciça, também recoinhecidamente torcedor do Vasco.

Publicidade

Grana em caixa

A vitória também ratifica o momento da escola, reconhecidamente a que tem mais recursos financeiros entre todas as escolas. Não por acaso conta com um dream-team, com carnavalesco, equipe de comissão de frente, mestre de bateria e mestre-sala e poerta-bandeira todos de primeiríssimo nível. Nada mal para uma escola que tinha caído para o acesso em 2015 e que voltou apenas em 2019. Hoje soma os títulos de 2020 e 2024, vice em 2023 e terceiro lugar em 2022 )obs: não teve desfile em 2021 por caisa da pandemia).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.