Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Vasco paga R$ 2,5 milhões e acerta parcela atrasada do RCE

Vasco deveria ter quitado o montante no dia 5 de junho. Atraso desse porte foi o primeiro desde que setembro de 2021

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Dikran Sahagian/Vasco

O Vasco voltou a ficar em dia com os pagamentos trabalhistas. Afinal, nesta quarta-feira (3), o Cruz-Maltino depositou judicialmente cerca de R$ 2,5 milhões e anexou o comprovante ao processo informando que quitou a parcela atrasada do Regime Centralizado de Execuções (RCE).

O pagamento deveria sido realizado no dia 5 de junho e era referente ao mês de maio. Foram quitados R$ 2.530.984,13, valor referente à 20% da receita corrente do clube. O clube tinha dez dias para quitar a pendência sob pena de execução forçada das dívidas.

O Cruz-Maltino aderiu ao RCE em setembro de 2021 e foi a primeira vez que o clube atrasou de uma forma tão longa o pagamento de uma parcela. Em outra ocasiões, o Gigante da Colina resolveu a pendência em poucos dias.

Publicidade

Vasco evita penhoras ou bloqueio dos bens

O pagamento do RCE é responsabilidade da SAF, que desde o dia 15 de maio está sob o controle do clube associativo, presidido por Pedrinho, em função de uma liminar na Justiça que suspendeu os direitos societários da 777 Partners.

Publicidade

Assim, nesse mecanismo de solidariedade, todos os credores (cíveis e trabalhistas) do clube fazem uma fila para receber de acordo com uma ordem de prioridade. Dessa maneira, evita penhoras e bloqueio de bens.

Com menos essa pendência, o Vasco volta a campo nesta quarta-feira. Afinal, recebe o Fortaleza, em São Januário, às 20h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.