Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Uefa pune Demiral por gesto polêmico na Eurocopa 2024

Herói da classificação para as quartas de final, zagueiro é castigado por comemoração com gesto ligado à extrema-direita turca

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Ronny Hartmann/AFP via Getty Images RONNY HARTMANN/AFP via Getty Images

O gesto polêmico de Merih Demiral, em alusão à extrema-direita turca, vai prejudicar a Turquia nesta Eurocopa 2024. O zagueiro, que foi herói da classificação para as quartas de final, com dois gols marcados na vitória por 2 a 1 sobre a Áustria, será punido e vai desfalcar a seleção no torneio. De acordo com informações do jornal alemão ‘Bild’, a Uefa vai suspender o jogador por duas partidas na principal competição de seleções do futebol europeu.

Dessa maneira, Demiral vai desfalcar a seleção turca nas quartas de final e na semifinal, caso a Turquia avance pela Holanda.

Além disso, a Uefa proibiu mensagens políticas tanto nas arquibancadas quanto no campo durante a disputa da Euro 2024. Essa regra também acabou sendo aplicada ao jogador albanês Arlind Daku, suspenso após liderar cânticos anti-macedônios e anti-sérvios com um megafone ao fim de um jogo contra a Croácia na fase de grupos.

No caso de Demiral, ele fez um gesto com as mãos que lembra a cabeça de um lobo. Embora esse gesto possa simbolizar patriotismo por remeter ao mito fundador da Turquia, ele é frequentemente associado aos ‘Lobos Cinzentos’, uma organização ultranacionalista turca que se apropriou desse símbolo. Ao mesmo tempo, nas redes sociais, o zagueiro publicou a imagem da comemoração com a legenda “quão feliz é aquele que diz: eu sou turco”, lema cunhado por Mustafa Kemal Atatürk, fundador da Turquia moderna.

Publicidade

LEIA MAIS: veja os confrontos das quartas de final da Euro 2024 e onde assistir

Demiral tenta explicar o gesto após a vitória sobre a Áustria e polêmica com Uefa

Publicidade

“Eu tinha uma comemoração específica em mente, algo conectado com a minha identidade turca. Tenho muito orgulho de ser turco e senti isso profundamente após marcar. Depois do segundo gol, esse sentimento aflorou e me levou a fazer esse gesto. Mas estou muito feliz por ter feito isso. Todos os torcedores estão orgulhosos de nós. Vi pessoas na arquibancada fazendo este gesto e quis fazer o mesmo”, explicou o zagueiro.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.