Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Três dos quatro jogadores do Vélez Sarsfield permanecerão presos

Todos os atletas precisam arcar, individualmente, com valor caução próximo de R$ 300 mil

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Divulgação/Vélez Sarsfield
Foto: Divulgação/Vélez Sarsfield Foto: Divulgação/Vélez Sarsfield (Jogada 10)

Nesta quinta-feira (21), a justiça da Argentina determinou que três dos quatro jogadores do Vélez Sarsfield, que respondem pela acusação de abuso sexual, seguirão presos preventivamente. Entretanto, em caráter domiciliar.

De acordo com a decisão, Abiel Osorio, Braian Cufré e José Florentín tiveram a prisão domiciliar decretada por um período de 90 dias. Desse modo, aguardando o início do julgamento do crime que teria ocorrido na cidade de Tucumán, parte norte da Argentina. O entendimento é que Osorio, Cufré e Florentín participaram ativamente de crime tido como abuso sexual com acesso carnal qualificado enquanto Sebastián Sosa seria copartícipe.

Além de estabelecer que todos cumpram a sanção na própria cidade, eles usarão tornozeleira eletrônica e também terão de pagar, cada um, o valor caução de 50 milhões de pesos (R$ 293,3 mil). A quantia serve como garantia para que se arque com possíveis custas processuais e indenização em caso de condenação.

De todos os inicialmente citados na denúncia, apenas Sebastián Sosa poderá aguardar o julgamento em liberdade e sem restrição para deixar a cidade. Porém, ele também terá de arcar com o valor caução, está proibido de deixar o país nos próximos 90 dias e terá de se apresentar, a cada 15 dias, a justiça.

Publicidade

Quinto elemento?

Em imagens filtradas pelas câmeras de segurança do hotel onde teria ocorrido o abuso sexual, é possível ver um quinto jogador do Vélez Sarsfield saindo do quarto logo depois da entrada da mulher. Esse conteúdo, aliás, foi usado pela própria defesa dos atuais acusados com o intuito de criar contradições no depoimento da vítima. Todavia, no momento, a investigação segue a linha voltada apenas para os atuais réus.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.