Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Torcida do Flamengo protesta antes do jogo contra o Corinthians

Presidente Rodolfo Landim e vice de futebol Marcos Braz são alvo de xingamentos dos torcerdores, que pediram raça aos jogadores

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Lucas Bayer / Jogada 10

A torcida do Flamengo demonstrou toda a sua insatisfação com a atual fase pela qual passa o clube neste sábado (11), antes do início do jogo contra o Corinthians, no Maracanã, pelo Brasileirão. O presidente Rodolfo Landim e o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, em suma, foram os mais hostilizados. O técnico Tite, alvo de faixas de protesto durante a semana, no Ninho do Urubu, contudo, não teve seu nome citado pela massa. Aos jogadores, os torcedores entoaram os tradicionais gritos “queremos raça” e “Não é mole não, pra jogar no Mengo tem que ter disposição”.

Além das palavras de ordem algumas faixas foram estendidas na arquibancada. Tite não falou antes da partida, mas seu auxiliar Cleber Xavier se posicionou.

Torcida protestou no Ninho

Publicidade

“A gente não pode ir contra o que a torcida sente. As vitórias não estão acontecendo. Cabe a nós trabalhar a parte ofensiva e defensiva. Ser mais consistente defensivamente. É um jogo duro, difícil, contra um grande adversário. Hoje temos a possibilidade de uma vitória para voltar aos primeiros lugares”, argumentou.

Após a derrota para o Palestino, no Chile, pela Libertadores, torcedores foram ao CT do clube, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. Não tiveram acesso, mas protestaram na porta, levaram faixas e abordaram o carro de diversos atlletas. Por fim, Alguns deles, inclusive, pararam e conversaram com integrantes de torcidas organizadas.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.