Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Torcedor diz que Gabigol pode se redimir marcando gol

Antes do jogo do retorno de Gabigol ao Maracanã, torcedor diz que torcida ama o atacante e mágoa acaba em caso de gol

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Lucas Bayer/Jogada10

A partida do Flamengo contra o Millonarios pela Libertadores no Maracanã, nesta terça (28/5), marca o retorno de Gabigol ao estádio após a polêmica sobre a camisa do Corinthians. Assim, do lado de fora do Maraca, torcedores que chegavam para o jogo comentaram sobre a controvérsia. Afinal, desde que Gabriel apareceu numa foto com a camisa do rival paulista, o assunto está entre os mais comentados.

O torcedor Alexandre, que considerou a atitude de Gabigol uma traição, ponderou que ele ainda é um ídolo do clube, por causa das conquistas que ajudou a levantar.

“Os torcedores estão machucados, mas amam o Gabigol. Ele pode se redimir”, opinou Alexandre.

Para o torcedor, a melhor maneira de jogar uma pá de cal na polêmica é fazer um gol. Porém, Gabriel começará o jogo no banco. Desse modo, Alexandre acha que ele acabará entrando em campo no segundo tempo e, mais que isso, vai marcar um gol importante.

Publicidade

“Todos sabem que ele é matador. Se ele fizer gol, a mágoa acaba”, diz Alexandre, apostando num placar de 4 a 0 para o Flamengo, com direito a tento do atacante.

Gabigol usará camisa 10 contra Millonarios

Publicidade

Por ser a Copa Libertadores, Gabriel vai manter a camisa 10 que o Flamengo retirou dele após a divulgação da foto do jogador com a camisa do Corinthians. Afinal, a competição internacional não aceita troca de número de uniforme ao longo do campeonato.

Porém, no jogo anterior pela Copa do Brasil, na Arena Amazônia, contra o Amazonas, Gabigol já usou a camisa 99, seu novo número no time. Na ocasião, houve protestos em Manaus e torcedores estenderam faixas chamando Gabigol de Judas e dizendo que não são “fãs de canalhas”. 

Publicidade

Esta semana, Raul Plassmann, goleiro histórico do Flamengo, campeão mundial pelo clube em 1981, disse que Gabigol é nocivo ao time, pois divide a maior torcida do mundo. Assim, para ele, se não fossem os gols da conquista da Libertadores, seu destino seria outro.

“Já estaria fora do Flamengo há muito tempo”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook .

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.