Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Thiago Silva destaca volta ao Fluminense e avisa: ‘Não vim passear’

Zagueiro e ídolo só vai poder estrear pelo Tricolor em julho, quando abre a janela de transferências

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Lucas Bayer / Jogada 10

Thiago Silva falou pela primeira vez como jogador do Fluminense após apresentação com festa e show de Sorriso Maroto. Em coletiva, o zagueiro se declarou ao clube, onde foi revelado para o futebol mundial, e vibrou com a grande recepção dos torcedores no Maracanã e deixou aviso que deseja ganhar títulos com a camisa tricolor.

‘Quero títulos’

“Pode ter certeza que esse é o meu desejo, meu sonho, sonho da minha família. Eu não vim para brincadeira, não vim apenas passear. Se fosse passear, eu encerraria minha carreira, viveria na Europa, onde minha família está. Eu aproveitaria muito mais. Aqui meu comprometimento que eu sempre tive na carreira vou continuar tendo. E ainda mais. Porque sei o quanto o Thiago fez com que as pessoas criassem essa expectativa. E quem me conhece sabe o quanto eu vou procurar trabalhar para corresponder dentro de campo. Eu não vim passear. Se fosse passear, eu iria para qualquer outro lugar, menos para cá”, avisou.

Volta tardia?

Além disso, há algum tempo, a volta de Thiago Silva vinha sendo tratado como certa. No entanto, houve uma frustração em alguns pelo adiamento. O jogador explicou o motivo.

“Muitas pessoas me perguntam em relação a isso (volta no momento certo). Muitos falam por que eu não voltei no passado, por que eu não voltei antes, pelo fato de eles terem vencido a Libertadores. Por que você não voltou? Porque simplesmente não era o momento certo para voltar. Eu sempre cumpri meus contratos, os meus compromissos. Eu tive, como Mário falou, uma proposta pra sair, uma grande proposta para sair em janeiro. Cumpri meu contrato, como sempre fiz, e se eu estou feliz hoje é porque eu honrei com meus compromissos e acho que é por isso que a noite hoje foi ainda mais especial porque faz parte da minha índole”, disse Thiago Silva.

Preparação

Mesmo com apresentação, o defensor ainda não poderá estrear nos próximos dias por conta da janela de transferências. Afinal, ela só abrirá em 10 julho. Pensando nisso, Thiago, agora, deve precisar de um tempo para chegar ao ritmo dos companheiros.

“Agora é o período de programar minha mini pré-temporada. Acho que nunca tive tanto tempo para fazer uma pré-temporada assim bem feita. Claro que o grupo está na frente, eu estou vindo de um período inativo. Fiz agora na última semana uns treinos bem adaptados em Londres. Vou seguir nesses treinos para que, na próxima semana, eu possa estar junto com o grupo, me entrosar e pegar condicionamento com o pessoal. Porque sozinho é muito difícil. Mas eu preciso desse momento sozinho na pré-temporada para render o que esperam de mim”, explicou.

Estilo de Diniz

Thiago Silva também comentou sobre o estilo de jogo de Fernando Diniz. Para o atleta, ele não terá dificuldades por conta de sua técnica, mas ressaltou que requer muito trabalho.

“É um jogo completamente diferente de ser analisado, mas acredito que é muito treino não quer chegar em campo e fazer o que os jogadores têm na cabeça é tudo bem programado, várias repetições isso eu tenho certeza, porque para funcionar tão bem da forma que funcionou e vem funcionando é porque isso requer muito trabalho”, pontuou.

Recepção da torcida

Com clima de jogo nas arquibancadas, Thiago Silva foi apresentado pelo Fluminense, no Maracanã. Com mais de 55 mil presentes, novo recorde para apresentação de um jogador no Brasil, segundo o clube, o evento contou ainda com show do grupo Sorriso Maroto.

“Primeiramente fiquei muito nervoso, diferente de entrar em campo e jogar, que é uma coisa que eu domino, me sinto bem jogando, principalmente com pressão. Essa pressão hoje foi difícil, mas foi especial. Porque, como eu falei no campo, nem nos meus melhores sonhos eu imaginei viver esse momento, com Maracanã tão lindo, tão colorido, com meus familiares, amigos próximos”, destacou o jogador.

Raio-X de Thiago Silva

O jogador iniciou sua carreira na base do Fluminense entre 1997 e 2002, e defendeu profissionalmente o clube entre 2006 e 2008. Depois, então, passou o restante de sua carreira atuando por Milan (2009 a 2012), PSG (2012 a 2019) e Chelsea (2020 a 2024). De volta ao Brasil, sua torcida poderá “brindar” seu retorno de uma forma especial.

Por fim, o atleta participou de quatro Copas do Mundo e vestiu a braçadeira de capitão da Seleção Brasileira em três delas: 2014, no Brasil; 2018, na Rússia; e 2022, no Catar. O camisa 3 conquistou os títulos da Copa América (2019) e da Copa das Confederações (2013). São, ao todo, 113 jogos e sete gols pela Seleção principal.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.