Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Talleres exige garantias, e Vasco desiste de Michael Santos

Clube argentino se mostra receoso após ver outros clubes sul-americanos acionando Cruz-Maltino na Fifa por falta de pagamento

Jogada 10|

Jogada10
Jogada10 Jogada10

Vasco e Talleres não vão mais negociar e, por isso, Michael Santos está fora dos planos. Afinal, o clube argentino se acertou verbalmente com os cariocas, mas passou a exigir garantias de pagamento antes de concluir o empréstimo do uruguaio de 30 anos. A decisão se deu como forma de proteção em relação a possíveis dívidas futuras pelo atacante.

Recentemente, o Gigante da Colina viu clubes do exterior acionarem a Fifa por problemas na quitação de parcelas por atletas contratados este ano. A diretoria do Vasco atrasou os valores na compra de 75% do lateral-direito Puma Rodríguez, junto ao Nacional (URU), em janeiro. O mesmo aconteceu ao Atlético Tucumán (ARG) por 50% do zagueiro Manuel Capasso, em fevereiro. Por outro lado, a situação com o Lille (FRA) sobre o goleiro Léo Jardim foi resolvida.

Presidente do Talleres, Andrés Fassi falou sobre as novas exigências depois do acordo verbal entre as partes e explicou o porquê optou por tomar essa decisão. Na visão do mandatário, a negociação precisa ter clareza e transparência.

“Não são garantias bancárias que pedimos. São somente garantias. E o Vasco não quer dar. Se não quer dar, é porque eles já sabem que não vão pagar. Então, o Talleres não quer entrar para a lista de clubes que acabam indo cobrar na Fifa. O Talleres é sério e, quando compramos, damos garantias porque sabemos que vamos pagar. Se o Vasco não der garantias, não há venda do Michael Santos. Muitos clubes hoje estão entrando com processos contra o Vasco na Fifa contra por atrasos”, relembrou Fassi.

Publicidade

Alvo do Vasco lidera artilharia

O interesse do Cruz-Maltino em Michael Santos se justifica nos números. Apesar de idade mais avançada, o atacante mostra que é eficiente e lidera a artilharia do Campeonato Argentino, com 13 gols. As recentes atuações do uruguaio chamaram a atenção do Oriente Médio. Um clube da Arábia Saudita, cujo nome revelado, também deseja tê-lo a partir desta temporada.

No entanto, a vontade do jogador é de se transferir ao Vasco, não só pela possibilidade de defender uma grande instituição em uma liga competitiva – o Brasileiro -, como também por gostar da ideia de trabalhar sob o comando do técnico Ramón Díaz. Porém, a janela fecha na próxima quarta-feira, dia 2 de agosto, e a tendência é que ele não seja reforço dos cariocas, ao menos, por agora.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.