Jogada 10 Santos é condenado a seis jogos longe da Vila e de portões fechados

Santos é condenado a seis jogos longe da Vila e de portões fechados

Peixe foi julgado pelos incidentes em jogos da última rodada do Brasileiro; clube cumprirá punição na Série B

Jogada 10
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Jogada 10

A 3ª comissão disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), julgou nesta quarta-feira (31), o Santos pela confusão ocorrida na Vila Belmiro na partida contra o Fortaleza, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida ficou marcada pelo primeiro rebaixamento da história do clube.

Após o julgamento, ficou decidido que o Santos terá que mandar seis jogos longe da Vila Belmiro e de portões fechados durante a série B. Além disso, o Peixe recebeu uma multa de R$ 100 mil. O Alvinegro Praiano pretende recorrer da decisão ao pleno do STJD. O clube foi denunciado no artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que trata de “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir”.

Como foi o julgamento do Santos?

No início, o procurador do caso, Rafael Bozzano, pediu a pena máxima do artigo, que seria de 10 jogos de perda de mando de campo, além da multa. O advogado recordou que esta é a quarta vez que o Santos vem sendo julgado por uma confusão nos últimos anos. Duas vezes aconteceram após um clássico contra o Corinthians e também no passado, em jogo contra o Grêmio.

“O que vai ser necessário já que quatro jogos, dois jogos, tentativa de agressão a atleta não surtiram efeito? Vamos esperar algo ainda mais grave do que vem ocorrendo? Dada a gravidade e previsibilidade da ocorrência, por que essa reunião não aconteceu antes?”, disse o procurador.

Por outro lado, o advogado do Santos, Luis Eduardo Barbosa, disse que o clube fez tudo que podia em seu alcance para evitar a confusão e pediu a absolvição do Peixe.

“O clube pede a absolvição, já que o clube fez tudo que estava ao alcance e foi além. Ressaltando o artigo 183, que foi uma única ação que gerou consequência. Não há o que se falar em acúmulo de punições. Do lado de fora não há como o clube ter responsabilidade porque cabe à polícia ter aquele ato”, falou o advogado.

Após quase 2 horas de julgamento, ficou decidido que o Santos será punido com pena de seis jogos de perda de mando de campo e portões fechados. Além disso, terá a multa de R$ 100 mil.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas