Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

San Antonio Bulo Bulo e sua meteórica trajetória na Bolívia

Em três anos, clube saiu da terceira para a conquista de título na elite do futebol boliviano

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Divulgação/San Antonio Bulo Bulo

Na década de 2010, uma das histórias de ascensão que mais chamou a atenção no futebol brasileiro e a Chapecoense. De um clube local, o Verdão do Oeste galgou espaço no cenário nacional até chegar a final da Sul-Americana, em 2016. E, no ano de 2024, o San Antonio Bulo Bulo, atual campeão do Apertura, na Bolívia, constituiu uma trajetória de patamar igualmente impressionante.

A saber, o clube radicado na cidade de Entre Ríos (pertencente ao Departamento de Cochabamba) foi fundado no ano de 1962. Entretanto, a sua existência foi, por muito tempo, calcada na disputa de competições em caráter amador, cenário que se modificou à partir de 2021.

O primeiro passo

Publicidade

Com a conquista da AFC Primera A (um dos torneios regionais que formam a terceira divisão da Bolívia), o Bulo Bulo jogou pela primeira vez a segunda divisão nacional, em 2022. Na Copa Simón Bolivar, a temporada de estreia já era marcante pelo fato de chegar as quartas de final, caindo para o García Agreda.

O segundo passo

Publicidade

No ano seguinte, o San Antonio escreveu uma nova página histórica ao chegar a decisão da Simon Bolívar. Pelo fato de perder para o GV San José, precisou jogar o playoff contra um time da elite nacional onde bateu o Libertad Gran Mamoré e garantiu espaço na primeira divisão do futebol boliviano.

O terceiro (e mais impressionante) passo

Publicidade

Para muitos, chegar ao estágio mais alto do esporte é um desafio onde a prioridade é se safar do descenso imediato. Todavia, a história de superação do clube com escudo muito parecido com a Seleção Brasileira construiu mais um capítulo glorioso logo no Apertura.

Favorecido pelo modelo de fase de grupos e mata-mata, o Bulo Bulo passou em segundo no Grupo A e derrubou Bolívar e Independiente Petrolero antes da final. Na maior disputa de seus 61 anos de existência, o que parecia um sonho se concretizou ao ganhar na ida do Universitario de Vinto, por 2 a 1, e empatar a volta. Em quatro anos, o clube de torneios locais ganhou o país e o direito de jogar a fase de grupos da Libertadores, em 2025.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.