Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Saint-Étienne, um gigante francês, está de volta à elite

Verts perdem no tempo normal para o Metz, 2 a 1 (na ida venceram, 2 a 1). Mas marcam no fim da prorrogação. Assim, dão adeus à Segundona...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

FBL-FRA-LIGUE1-LIGUE2-PLAY OFF-METZ-SAINT ETIENNE Foto: Frederick Florin/ AFP via Getty Images (FREDERICK FLORIN/AFP via Getty Images)

O Saint-Étienne, um dos gigantes do futebol francês, está de volta à elite. Neste domingo, 2/6, em pleno estádio Saint- Symphorien,  casa do Metz, após perder no tempo normal por 2 a 1 (placar do jogo de ida), conseguiu fazer um gol no segundo tempo. Assim, com o 2 a 2 na soma dos 120 minutos, assegurou a sua volta à elite neste que foi o mata-mata que decidiu a última vaga à Ligue 1 da próxima temporada.

O Metz entrou nesta repescagem por terminar o Campeonato Francês em antepenúltimo. Lorient e Clermont, os dois últimos, caíram diretamente. Assim, Grenás tiveram de jogar este jogo mata-mata. Já o Saint-Étienne ficou em terceiro lugar na Segundona. Auxerre e Angers subiram diretamente. Os Verts jogaram uma primeira rodada de repescagem eliminando o Rodez e, agora, passaram pelo Metz. O Étienne é o segundo maior vencedor do Campeonato Francês, com dez conquistas, atrás apenas do atual tricampeção PSG (12), Mas não vence desde 1980/81, quando contava com Michel Platini no elenco. O Metz jamais foi campeão francês.

Metz com dez, mas na frente

O jogo começou mal para o Metz. Afinal, logo aos cinco minutos,  Papa Diallo acertou a canela de Cafaro e foi expulso. Porém, mesmo com dez, o Metz conseguiu logo fazer dois gols. Aos 17, Lamine Camara pegou uma bola na sua intermediária, avançou, tocou para a direita e foi até a área para concluir e abrir o placar  Aos 22, Mikautadze foi derrubado na área. Ele mesmo cobrou o pênalti e ampliou. Este resultado valeria a permanência do time na elite. Porém, o Saint-Étienne diminuiu aos 33. O escanteio da direita cobrado por Chambost, teve um desvio do Moueffek e, na segunda trave, o lateral-esquerdo Leo Petrot concluiu para colocar 2 a 1 no placar.

Publicidade

Pressão do Saint-Étienne

No segundo tempo, o Metz, com um menos, ficou mais preso na defesa, tentando segurar o resultado que ao menos levava para a prorrogação. O Saint-Étienne ficou em cima e com maior posse e finalizações. Chegou a fazer um gol aos 25. Sissoko, na cara do goleiro Oukidja chuteou em cima do arqueiro. Teve sobra e Maçon mandou concluiu para o gol. Mas, após cinco minutos, o VAR anulou por impedimento.

Publicidade

Na prorrogação

Como o placar ficou 2 a 1 nos 90 minutos, mesmo resultado da ida, a decisão foi para a prorrogação. O jogo seguiu com o time vistante em cima e o Metz tentando levar a decisção para os pênaltis.  Mas a pressão era grande e, aos dez minutos do segundo tempo, veio o gol do Saint-Étienne. Mbuku rolou na área para o arremate de Wadji. Restavam cinco  minutos para o fim e o Metz foi para o desespero tentar o gol que levaria aos pênaltis. Mas não deu. Dessa forma, em 2024/25, o Saint-Étienne estará na elite e os Grenás na Segundona. E com justiça, pois no jogo o time viistante teve 67% de posse e 33 finalizações contra 12 do Metz.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.