Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Roberto Assaf: Flamengo dribla Copa América e altitude

Basta ao Flamengo, pois, fazer o dever de casa. Quanto aos demais brasileiros, o grupo mais fácil na LIbertadores é o do Fluminense...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

O Flamengo será, em breve, assaltado à mão armada pela maldição da Copa América, que levará o time rubro-negro quase todo. Assim, na realidade, qualquer grupo da Libertadores seria difícil. As preces pediam para evitar a altitude. E o primeiro sorteado foi o Bolívar, de La Paz, quase quatro mil metros. Na sequência, o Millonarios, da Colômbia, que pode dar trabalho, jogando em Bogotá, mas que deve ser obrigatoriamente derrotado fora. E como terceiro confronto, coube ao clube da Gávea o Palestino, representante do Chile, país que vive hoje uma fase ruim no futebol. Basta ao Flamengo, pois, fazer o dever de casa. Obter ponto na Bolívia e jogar o suficiente para superar os outros dois adversários quando em viagem. Vencê-los no Maracanã é o óbvio. Mesmo com a mão pesada da Copa América.

Quanto aos demais brasileiros, o grupo mais fácil é o do Fluminense, que praticamente não tem rivais. O São Paulo enfrentará duas vezes a altitude. O Grêmio pelo menos uma, contra o The Strongest, e um time argentino, sempre complicado. O Botafogo irá à Quito, encarar a LDU, na prática a única pedreira. O Palmeiras briga contra Independiente del Valle e San Lorenzo, mas vai passar. E o Atlético Mineiro também não sofrerá excessivamente, pois o Peñarol não é mais aquele monstro de outras décadas, e o Rosario Central, embora hermano, não é equipe de ponta.

Foto: Divulgação/Conmebol
Foto: Divulgação/Conmebol Foto: Divulgação/Conmebol (Jogada 10)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.