Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Renato Augusto analisa cobranças de torcedores do Fluminense: ‘Extremamente natural’

Meio-campista diz que triunfo sobre Cerro Porteño, no Maracanã, marcará o crescimento do Tricolor na temporada

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense (Lucas Mercon)

O Fluminense bateu o Cerro Porteño por 2 a 1, no Maracanã, e avançou às oitavas de finais da Libertadores, nesta quinta-feira (16). Logo após o duelo, Renato Augusto, que retornou entre os relacionados depois de se recuperar de dores no joelho, ressaltou que o triunfo pode ser o início do crescimento tricolor na temporada.

“Jogo com clima mesmo de Libertadores, a arbitragem não dá qualquer falta. Foi um bom teste. Acredito que a equipe tenha começado uma crescente. É crescer no momento certo, para poder chegar no final das competições em alto nível e poder buscar títulos”, disse.

Antes da partida, na quarta-feira (15), um grupo de torcedores foi ao CT Carlos Castilho protestar devido à má fase do Fluminense, sobretudo no Brasileirão – está na zona de rebaixamento. Na madrugada seguinte, outro grupo pichou a sede de Laranjeiras. De acordo com o meia, as cobranças são normais, visto que o time é o atual campeão da América.

Publicidade

“Acho extremamente natural. Quando não acontece da forma que a torcida espera… Isso acontece em todos os times, e existe a cobrança. Mas existe a cobrança interna, de melhorar, de crescer. Não podemos deixar que isso abale a equipe, mas (é preciso) entender que a gente tem a responsabilidade de vestir uma camisa pesada. A responsabilidade e a cobrança existem”, frisou

Adiamento de duas rodadas

Publicidade

O Tricolor volta a campo apenas na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, contra o Sampaio Corrêa. Isso acontece, pois a CBF suspendeu duas rodadas do Brasileirão devido à tragédia climática que afeta o Rio Grande do Sul.

“É muito difícil dizer, eu ouvi os dois lados. Acho que, na verdade, você paralisando talvez só postergue um problema para mais tarde. As equipes gaúchas vão ter que jogar, e você vai ter que paralisar em algum momento. O mais importante é entrar num consenso, com todas as equipes, para ver o que é melhor para o campeonato”, concluiu.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.