Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Reconciliação entre Daniel Alves e Joana Sanz causa ‘guerra’ na família

Segundo imprensa espanhola, o irmão de Daniel, Ney Alves, teria parado de enviar mensagens nas redes sociais

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Instagram @joanasanz

Daniel Alves e Joana Sanz foram vistos nos últimos dias pelas ruas da Espanha. Eles foram fazer compras e depois a um restaurante. No entanto, a relação tem incomodado os familiares do jogador brasileiro.

O jornal “La Razón” foi o primeiro a informar. De acordo com a publicação, os familiares de Daniel Alves avaliam que o retorno do relacionamento não é a melhor decisão para o jogador. Eles não gostaram de algumas atitudes de Joana Sanz durante o período que o ex-lateral ficou preso.

“Ele até saiu da mansão que os dois dividiam em Esplugues de Llobregat. Quando o brasileiro saiu da prisão, na verdade, ela não estava lá esperando por ele, o que disparou o alarme [entre os parentes]. Por fim, ela estava ausente, a trabalho. Todas as dúvidas foram esclarecidas quando ela postou uma foto dos dois de mãos dadas e, dias depois, a revista Diez Minutos publicou as primeiras imagens deles juntos em um passeio por Barcelona em atitude afetuosa”, relatou o Mundo Deportivo.

Publicidade

Foto de Daniel Alves foi ponto de partida

Aliás, ainda de acordo com a imprensa espanhola, foi a partir da foto com as mãos entrelaçadas que os familiares de Daniel ficaram incomodados. O irmão dele, Ney Alves, afinal, parou de enviar mensagens nas redes sociais. Ele, inclusive, criticou Joana Sanz publicamente durante a prisão do jogador.

Publicidade

“Senhoras e senhores, esta é a digna Joana Sanz, que sofre muito com a morte da mãe. Até ela ainda está de luto e, se não bastasse para aumentar a dor, o marido é preso acusado de estupro. Vou te dar alguns conselhos. É bom até para mim. Nunca espere consideração, reconhecimento ou lealdade de ninguém. Temos que estar alertas, porque a mesma pessoa que te faz um grande bem é a mesma que amanhã vai te jogar no chão e te esmagar sem piedade”, postou Ney.

Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão. Ele foi considerado culpado pelo crime de estupro, contra uma jovem de 24 anos, em Barcelona, em dezembro de 2022. No entanto, pouco após o julgamento, ganhou liberdade condicional mediante a pagamento de 1 milhão de euros (R$ 5,6 milhões). Além do dinheiro, o jogador terá de cumprir uma série de exigências, como se apresentar à Justiça semanalmente, não deixar a Espanha e não se aproximar ou fazer contato com a vítima.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.