Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Rapper revela processo do Corinthians, após denúncia de racismo em 2022

Caso aconteceu em abril de 2022, quando dois garotos foram barrados na entrada da Neo Química Arena, em jogo da Libertadores

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

O rapper Sena MC relatou em seu Twitter que foi processado pelo Corinthians, por conta de uma denúncia de racismo que teria acontecido na Neo Química Arena, em 2022. As informações são do site “Meu Timão”.

Ele relatou o processo devido a postagens recentes do Corinthians, em campanha contra os gritos homofóbicos na Neo Química Arena.

O time recebe o São Paulo, na próxima terça-feira (25/7), pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Caso ocorreu em 2022

Sena destaca o caso ocorrido em uma partida da Libertadores de 2022, entre Corinthians e Deportivo Cali, ocorrida em 13/04, com dois menores de idade.

Publicidade

Os garotos não tiveram acesso ao setor nobre do estádio, pois estariam desacompanhados de maiores de idade.

‘Não protege seus torcedores’

Segundo o rapper, o Corinthians faz esse tipo de campanha “para inglês ver” e que o clube “não protege seus torcedores, e quem abraça a ideia deles pensa igual e talvez até pior”, afirma.

Publicidade

Assim, o rapper também relatou que o clube queria um vídeo pedindo desculpas para encerrar o processo. Todavia, o rapper se recusou, pois ‘corre pelo certo e quem é vítima nessa situação não é o presidente’.

Em outras palavras, a declaração é em referência a Duílio Alves Monteiro, presidente do Corinthians.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.