Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ramón Díaz elogia atuação e crava: ‘O Vasco chegará à final’

Treinador diz que empate foi justo no Maracanã e pede confiança à torcida. Ramón Díaz diz não ter dúvidas de equipe conseguirá classificação...

Jogada 10|

Foto: Lucas Bayer / Jogada10
Foto: Lucas Bayer / Jogada10 Foto: Lucas Bayer / Jogada10 (Jogada 10)

Se em 2023 o lema foi o “no va a bajar” (“não vai cair”, na tradução livre), o técnico Ramón Díaz resolveu cravar outra situação. Desta vez, após empate com o Nova Iguaçu, pela semifinal do Campeonato Carioca, o argentino disse que o Cruz-Maltino estará na decisão do torneio. Em entrevista coletiva após a partida, o comandante elogiou a atuação de sua equipe e analisou o duelo.

“É seguir competindo como estamos fazendo. Estou muito orgulhoso da equipe e os torcedores também têm que estar orgulhosos. Por uma razão muito simples e fácil que vou explicar. Primeiro que jogamos há três dias uma partida importante onde necessitamos da classificação. Passamos, com sofrimento, com muita pressão. Mas também tem que entender que a equipe hoje poderia ter ganhado por dois ou três, mas também perdido. O Nova Iguaçu teve a semana de descanso, o que vai ser a nossa situação agora, já que eles vão jogar contra o Internacional e nós vamos preparar tudo para o domingo. O Vasco vai chegar à final. Porque tem espírito e compromisso. É o espírito de sair perdendo e se recuperar”, disse o treinador.

Com o empate diante do Nova Iguaçu, o Vasco obrigatoriamente terá de vencer na partida de volta para chegar à final. A Laranja fez campanha superior na Taça Guanabara e joga pelo empate no placar agregado. Ou seja, nova igualdade no próximo duelo garante a equipe da Baixada na decisão.

O duelo de volta será no próximo domingo, mas ainda não tem local definido. O Nova Iguaçu esperava o jogo de ida para decidir onde mandaria o confronto.

Publicidade

Veja outras respostas de Ramón Díaz

Léo Jardim: “Temos um goleiro de hierarquia, de grande nível. Não sei se é o melhor (do Brasil), mas está entre os melhores. Estou contente. No último jogo tivemos finalizações muito trabalhadas, fizemos um gol dando 56 toques, isso tem que ser elogiado também. Não criticar apenas as coisas erradas. Vou começar a enviar isso por Twitter. Se eu falar as coisas que vocês fazem errado não será certo. Isso necessita tempo e trabalho. A competição que tem no Brasil é incrível. A cada três dias se tem uma partida, o jogador não se recupera rapidamente. Fizemos uma boa pré-temporada, mas é preciso analisar tudo. O Vasco tem que estar feliz porque estamos competindo.”

Clayton: “Tem dinâmica, muita experiência e gol. Fez três ou quatro chutes que poderiam ter resultado em gols. Necessitava dele e coloquei para jogar. Quase não treinou, mas aqui é assim. O Vasco é um grande clube. Gosto muito dele, é um grande jogador.”

Publicidade

Confiança no time: “O mais justo era o empate. Estou muito contente. Entendo que a torcida queria ganhar de 3 a 0, mas o futebol tem isso. Há que competir. Não se vá antes (do estádio), não tem que sair do estádio. Outro dia eles foram embora, nós empatamos e ganhamos nos pênaltis. O torcedor verdadeiro fica até o último competir. Não descartem o Vasco a nenhum momento. Hoje estávamos perdendo mas reagimos. O que mais gosto do Vasco é esse temperamento. Se continuarmos com esse espírito vai ser difícil para todos. A equipe vem de um desgaste, Zé, Paulo, o francês necessitavam de um descanso… Agora, no domingo chegaremos na final. Isso digo já.”

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.