Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Rafael Paiva melhora números do Vasco; veja comparação

Com treinador, time sofre quase metade dos gols que concede no Brasileirão em equiparação a jogos sem ele. Ataque mais que dobra

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Leandro Amorim/Vasco Leandro Amorim

O técnico interino do Vasco, Rafael Paiva, vai ganhando moral entre os torcedores. Afinal, os resultados recentes do Cruz-Maltino – sob sua batuta – já apresentam uma melhora em relação ao que se viu na temporada. São sete partidas do interino, sendo todas por Copa do Brasil (duas) e Brasileirão (cinco).

O Jogada10 preparou, então, uma comparação com os outros dez jogos sem Paiva nas competições citadas (ou seja; excluindo o Carioca). Adiantando, aliás, que a diferença é brusca.

LEIA MAIS: Vasco revela lesão de João Victor; Estrella não tem contusão

A começar pelo aproveitamento. Sem Rafael Paiva na beira do campo, o Vasco soma apenas 26,67% de aproveitamento nos torneios em questão. Foram oito jogos pelo Brasileirão e dois pela Copa do Brasil, com somente duas vitórias e dois empates, além de incríveis seis derrotas. Aproveitamento, então, de 26,67%, com 0,8 pontos por jogo.

Publicidade

Com Paiva, porém, o retrospecto melhora e muito, já que sobe para 42,86% – duas vitórias, três empates e duas derrotas. Ele aproveita 1,29 a cada três pontos possíveis. Dois de seus empates, porém, representaram uma ótima notícia, já que foram nos jogos de ida (0 a 0) e volta (3 a 3) com o Fortaleza, que culminou com a classificação do Vasco para as oitavas da Copa do Brasil.

Defesa e ataque melhoram

Publicidade

Quanto aos números ofensivos e defensivos, também é reparada, então, uma melhora considerável. A começar pela defesa, principal problema do Vasco na temporada, aliás.

Sem o interino à frente, o Gigante da Colina levou 23 gols em dez jogos, média de 2,3. Quando ele está no comando, porém, o número despenca: apenas nove gols sofridos em sete oportunidades, com média de 1,29 – quase a metade.

Publicidade

No ataque, a situação também vê uma melhora, ainda que não tão palpável. Se a equipe faz, em média, 1,1 gol por jogo sem Paiva no comando, com o interino, o número sobe para 1,57.

A comparação dos números com/sem Paiva no Vasco*

COM PAIVA

  • Jogos: 7
  • Vitórias: 2
  • Empates: 3
  • Derrotas: 2
  • Aproveitamento: 42,86%
  • Pontos por jogo: 1,28
  • Gols Pró: 11
  • Gols Contra: 9
  • Saldo: 2
  • Gols por jogo: 1,57
  • Gols contra por jogo: 1,29

SEM PAIVA

  • Jogos: 10
  • Vitórias: 2
  • Empates: 2
  • Derrotas: 6
  • Aproveitamento: 26,67%
  • Pontos por jogo: 0,8
  • Gols Pró: 11
  • Gols Contra: 23
  • Saldo: -12
  • Gols por jogo: 1,1
  • Gols contra por jogo: 2,3

*Números EXCLUEM os jogos do Campeonato Carioca.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.