Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Rafael Paiva foi o sétimo interino a estrear pelo Vasco na década; relembre

Situação começa a dar 'sorte' para o Cruz-Maltino, já que esta é a quinta vez seguida que interino não perde na estreia

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Leandro Amorim/Vasco

Por mais que não tenha sido com vitória, a estreia de Rafael Paiva como interino do Vasco foi com o pé direito. O Cruz-Maltino segurou a onda do Fortaleza e saiu com um empate por 0 a 0, fora de casa, deixando em aberta a decisão por vaga nas oitavas da Copa do Brasil.

E esta partida representou a sétima estreia de um interino na década atual (2020 em diante). O Jogada10, então, entrou no túnel do tempo e buscou todos os outros estreantes no período.

Ao todo, nos sete jogos em questão, foram duas vitórias, três empates e duas derrotas. Mas tais reveses foram logo os dois primeiros da sequência. O que infere que já são cinco partidas de estreias sem que os interinos percam no Vasco.

LEIA MAIS: Léo Jardim elogia atuação defensiva do Vasco em empate fora de casa

Publicidade

Relembre

O primeiro da lista é Alexandre Grasseli, que sucedeu Ramón Menezes após a queda do treinador durante o Brasileirão de 2020. E a missão não era nada grata, já que o rival pela frente era o Flamengo, que viria a ser campeão. O Vasco perdeu por 2 a 1, em São Januário, em jogo que valia pela 15ª rodada.

Publicidade

Na sequência, foi a vez de Diogo Siston ficar à cargo. Após a saída de Vanderlei Luxemburgo (sua segunda passagem), foi o técnico do sub-20 à época que começou a temporada 2021 à espera de Marcelo Cabo. Perdendo não só o jogo de estreia (1 a 0 para a Portuguesa-RJ), como a segunda rodada do Cariocão.

O próximo da vez, então, foi Alexandre Gomes, na Série B em 2021. Foi ele que assumiu após a queda de Cabo, ainda no primeiro turno da competição. Ele foi o primeiro da sequência a não perder, conseguindo um suado 2 a 2 contra o CSA, em Alagoas, pela 13ª rodada.

Publicidade

Na edição do citado ano, o Vasco não conseguiu o retorno à Série A, porém. Após a confirmação matemática da permanência, Fernando Diniz pediu, então, o boné, com o Cruz-Maltino comandado pelo auxiliar Fabio Cortez nos jogos finais. Sua estreia foi em novo 2 a 2, desta vez contra o Vila Nova, em Goiânia, pela 36ª rodada.

Cadê as vitórias?

No ano seguinte, o primeiro interino veio a conquistar uma vitória. Foi Emílio Faro, auxiliar do time à época. Foi ele quem assumiu o comando quando Zé Ricardo aceitou proposta de time japonês e deixou o Vasco. Emílio conseguiu uma vitória por 3 a 2 sobre o Náutico, no Arruda, em Pernambuco, pela 11ª rodada da Série B de 2022.

Antes de Paiva, ainda houve tempo para outro jovem comandar a equipe profissional vascaína. Foi William Batista, hoje no time sub-20 do Red Bull Bragantino, que conseguiu uma importante vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.