Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Quem é quem nos jogos das quartas de final da Copa Feminina

Oito seleções ainda sobrevivem no Mundial e nas quartas, pelo menos três jogos são equilibradíssimos

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

Com o fim das oitavas de final, depois dos dois jogos desta terça-feira (8/8), estão definidos os quatro duelos das quartas da Copa do Mundo Feminina. São eles:

ESPANHA X HOLANDA

Quinta-feira (10/8), no Estádio Regional de Wellington, na Nova Zelândia, às 22h (de Brasília)

É um dos grandes jogos das quartas, pois reúne duas das favoritas ao título. A Espanha, apesar da goleada que levou do Japão (4 a 0, numa partida em que teve 75% de posse) mandou bem demais nos outros jogos e deu uma surra na Suíça nas oitavas. A apoiadora Bonmatí está sobrando. Mas a Holanda vem com tudo. Liderou o grupo que tinha os Estados Unidos e, nas oitavas, não deu mole para a zebra África do Sul. Roord, Martens e De Gragt estão muito bem.

JAPÃO X SUÉCIA

Sexta-feira (11/8), no Eden Park, na Nova Zelândia, às 4h30 (de Brasília)

Publicidade

A seleção japonesa é a que mais enche os olhos nesta Copa, com táticas eficazes tanto quando joga fechada (como fez no 4 a 0 sobre a Espanha) quanto atua de forma mais ofensiva. Tem o melhor ataque da competição e a artilheira Miyazawa já pinta como uma das candidatas a MVP da competição. A Suécia, por sua vez, tem um dos times mais equilibrados da Copa. Afinal, venceu seus três jogos na fase de grupos e eliminou a atual bicampeã Mundial (os Estados Unidos) nos pênaltis, nas oitavas. Com isso, há uma certeza: trata-se de um jogo imperdível e um duelo da melhor atacante Miyazawa contra a melhor zagueira (Ilestedt) e a melhor goleira (Musovic). Enfim, promete muito.

AUSTRÁLIA X FRANÇA

Sábado (12/8), no Lang Park, na Austrália, às 4h (de Brasília)

Publicidade

Esse é um jogo que vai parar o país anfitrião. A Austrália vem com campanha consistente e, nas oitavas, passou com autoridade pela Dinamarca. Além disso, a estrela Sam Kerr (que defende o Chelsea) voltou nas oitavas. Com ela provavelmente desde o início, aumenta ainda mais a força das australianas.

Já a França, depois de um tropeço na estreia para a Jamaica (0 a 0) cresceu após a vitória sobre o Brasil (2 a 1) se garantindo em primeiro na fase de grupos. Nas oitavas, arrasou Marrocos. A lateral Karchaoui e a atacante Diani estão voando; Le Sommer segue uma goleadora eficaz; e a zagueira Rennard, mesmo não estando 100% fisicamente, vem jogando bem, o que é normal para esta que é considerada a melhor zagueira de todos os tempos no futebol feminino.

Publicidade

INGLATERRA X COLÔMBIA

Sábado (12/8), no Olímpico de Sydney, na Austrália, às 7h (de Brasília)

No papel, este é o jogo com o maior favoritismo para um dos lados. Afinal, a Inglaterra é a campeã europeia e entrou como a maior favorita ao titulo ao lado das já eliminadas americanas. Mas as inglesas quase foram eliminadas pela Nigéria nas oitavas (se salvou nos pênaltis) e entra com o sinal de alerta ligado. Além disso, não terá Lauren James: sua atacante foi expulsa contra as nigerianas. Mais: Keira Walsh, alicerce do meio de campo, vem jogando no sacrifício e é dúvida para este jogo. Mas o time tem muitas jogadoras de ponta, como a goleira Earps e a atacante Hemp. Assim, leva fé na classificação às semis. Só que a Colômbia está bem consistente. Venceu a Alemanha na fase de grupos, terminando em primeiro no H. Nas oitavas, bateu a Jamaica. E tem uma das jogadoras mais promissoras do mundo: Linda Caicedo, estrela do Real Madrid.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.