Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Projeto social forma goleiros para clubes profissionais

Projeto Esporte na Cidade é idealizado e promovido pela Instituição Social de Peito Aberto

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação (Jogada 10)

A paixão pelas aulas e pelo futebol transformou a cidade de Contagem, na Grande Belo Horizonte, em um celeiro de atletas para o futebol, principalmente para a posição de goleiro. Até 2019, o projeto Esporte na Cidade, idealizado e promovido pela Instituição Social de Peito Aberto, realizava aulas de futsal para jovens entre 7 e 17 anos. Hoje, o projeto segue na cidade com aulas de judô na Escola Municipal Heitor Villa Lobos.

Do projeto, dois goleiros foram revelados para o futebol profissional. Rodrigo Ferreira do Nascimento (21) que hoje é goleiro de futsal do América-MG e Daniel Alves (19), que têm passagens pelas categorias de base do Flamengo e profissional do Goiás. Atualmente, o arqueiro defende o Coimbra Sports, time profissional de Contagem. 

“Gostava de jogar na linha e comecei a brincar no gol quando faltava o goleiro, minha mãe não gostava. O projeto foi o pontapé inicial”, conta Daniel, que é filho da diarista Maria José.

Ambos foram treinados pelo professor Gabriel Abreu (34), que também atua como goleiro do futsal do América-MG ao lado de Rodrigo. “Ele começou a treinar comigo na De Peito Aberto, quando fui para o América-MG, indiquei ele. Já está no segundo ano”.

Publicidade

Para o professor, o projeto da De Peito Aberto é uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento social e construção de um futuro melhor para os jovens. “A gente se realiza através deles. Primeiro a gente quer formar um cidadão, o esporte é consequência”, afirma Gabriel.

Rodrigo entrou no Projeto aos 12 anos por acaso. “Faltou um aluno e me chamaram na arquibancada”, lembra. Se não fosse o professor, o goleiro do Coelho brigaria por outras posições no futebol. “Meu negócio era fazer gol. Ele ficava insistindo para jogar no gol e comecei a me desenvolver com técnicas que o professor ensinava”.

Publicidade

Emocionado, ele fala da importância do projeto para chegar ao profissional. “Se não fosse o projeto, não seria feliz. Vivo do meu sonho”, explica Rodrigo.

A relação aluno e professor é como de pai para filho. “Eu não sei o que seria sem ele, foi muito além do esporte. Ele é meu segundo pai”.

Publicidade

Para o professor, ter a capacidade de mudar a vida de uma pessoa não tem preço. “Somos uma ferramenta para a formação desses jovens. Os alunos olham para o projeto como a melhor hora do dia deles”.

Em 2024, professor e aluno estarão juntos na primeira edição do Campeonato Brasileiro de futsal. A competição, com início previsto para maio de 2024, reunirá 20 times de todo o país e será disputada paralelamente à Liga Nacional de Futsal, principal torneio do país.

Em Contagem, o Esporte na Cidade é realizado pelo De Peito Aberto (DPA) por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte com patrocínio do Grupo CNH e da MBR. Podem participar do projeto jovens entre 7 e 17 anos devidamente matriculados e frequentes na rede escolar de ensino.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.