Jogada 10 Premiação do Brasileirão tem reajuste na temporada 2023

Premiação do Brasileirão tem reajuste na temporada 2023

Campeão Brasileiro de 2023 terá premiação de R$ 47,560 milhões, número que representa R$ 2,5 milhões a mais que em 2022

Jogada 10
Palmeiras recebeu R$ 45 milhões pelo título em 2022

Palmeiras recebeu R$ 45 milhões pelo título em 2022

Lucas Figueiredo/CBF - 10.11.2022

O Campeonato Brasileiro está bastante disputado. Palmeiras, Flamengo, Botafogo e Atlético tentam o título do Brasileirão. E quem conseguir ficar com a taça terá um reajuste interessante na conta bancária.

Ao levantar a taça, o pix da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para a agremiação campeã será de R$ 47,560 milhões. Isso representa R$ 2,5 milhões a mais que em 2022.

Aliás, é preciso explicar que a premiação é corrigida com o contrato junto a tv detentora de direitos. Os critérios para correção são a média dos índices de inflação IGPM e IPCA do ano anterior.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu Whatsapp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A premiação, aliás, teve grandes aumentos recentemente. Nas temporadas 2020 e 2021, com o crescimento significativo do IGPM, houve também ampliação de cerca de 20% no contrato. Em 2022, o IGPM ficou em 5,45% e o IPCA em 5,78%.

As outras posições também terão acréscimo no valor. O vice-campeão vai receber em torno de R$ 45,1 milhões. Até o 10º colocado, o valor terá uma redução entre R$ 2,4 milhões e R$ 2,5 milhões. A partir da 11ª colocação, a cifra sofrerá redução considerável para R$ 20,4 milhões. O 16º colocado do Brasileirão receberá pouco mais de R$ 16 milhões. Os rebaixados não ganham premiação.

Veja as possibilidades de rebaixamento no Brasileiro 

Últimas