Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polêmica sobre Mundial do Palmeiras volta a virar assunto neste sábado

Documento reconhecendo o título em 1951 foi traduzido nesta semana, mas não traz novas provas comprovando a conquista

Jogada 10|

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução (Jogada 10)

A discussão sobre a Copa Rio de 1951 ganhou mais um capítulo neste sábado (02). O título que é considerado o Mundial de Clubes pelo Palmeiras, virou pauta nas redes sociais, Após a tradução de um documento da Fifa, de 2014, em que a entidade supostamente reconhece o clube como campeão do mundo.

Nesta sexta-feira (01), em evento realizado próximo ao Allianz Parque, os palestrinos reacenderam a polêmica. Afinal, torcedores apresentaram uma tradução juramentada, feita por um tradutor juramentado para dar a um documento em língua estrangeira validade legal no Brasil, de uma ata do Comitê Executivo da Fifa em 2014, realizada nas vésperas da Copa do Mundo no Brasil.

Contudo, não se trata de um documento novo. O que aconteceu foi apenas uma tradução do documento de 2014. Assim, não existe nenhuma nova prova sobre o possível Mundial de 1951. Entretanto, agora existe a validação legal por ter acabado sendo traduzido.

São duas páginas da ata traduzidas pelo tradutor Kléber Machado Gonçalves. A primeira, que cita os presentes na reunião. A segunda um resumo das decisões tomadas pela cúpula da entidade naquele dia. Aliás, no texto, diz que:

Publicidade

“Concessão do pedido da CBF para reconhecer o torneio de 1951 entre clubes europeus e sul-americanos, vencido pelo Palmeiras, como a primeira competição mundial de clubes”.

Palmeiras segue luta para considerar Mundial

No momento, o Palmeiras se considera campeão Mundial de 1951 e foi quem iniciou esta luta para comprovar o título. Contudo, a polêmica se o Verdão realmente tem um campeonato mundial ou não, deve seguir por mais um tempo.

Siga o Jogada10 nas redes sociais, TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.