Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Peñarol bate Rosario Central e está nas oitavas da Libertadores

Uruguaios quebram longo tabu em avanço para o mata-mata do torneio continental

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Dante Fernandez/AFP via Getty Images

Após uma longa espera de 13 anos, o Peñarol vai voltar a disputar um mata-mata continental. Diante do Rosario Central, o time uruguaio venceu por 2 a 1 e avançou para as oitavas de final da Libertadores como segundo colocado do Grupo G, com 12 pontos. O outro qualificado do grupo foi o Atlético-MG, na ponta, tendo 15 unidades. Ao clube argentino, restou o playoff da Sul-Americana com a terceira posição da chave (sete unidades) enquanto o Caracas ficou na lanterna, com um ponto. 

O Carbonero foi protagonista do primeiro tempo ao subir as linhas de marcação e forçar o erro rosarino. Desse modo, o time uruguaio ganhava terreno, mas tinha dificuldade para transformar esse contexto em chances claras de gol. Por outro lado, o Rosario Central pouco conseguia fazer no sentido de se desvencilhar do domínio adversário. Principalmente, com muitos erros de passes e dificuldade de escapar da forte marcação dos anfitriões.

Justamente quando os visitantes ensaiavam uma reação, aos 32 minutos, uma trama precisa na troca de passes do Peñarol fez o torcedor explodir em Montevidéu. Após tabelar com o lateral-direito Pedro Milans, Leo Fernández deu um corte seco no marcador e bateu forte, longe do arqueiro Jorge Broun.

Publicidade

Do temor ao alívio

A volta das equipes para a segunda etapa teve o Rosario com uma atitude mais ofensiva do que no primeiro tempo. Com isso, o Manya também mudou a abordagem onde a estrutura de marcação se compactou atrás na maior parte do tempo. Muito por esse contexto, os Canallas igualaram as coisas no Campeõn del Siglo, aos 21 minutos, quando Campaz aproveitou um erro na saída de jogo do Peñarol. Após um chute forte do colombiano que Aguerre defendeu, Agustín Módica chegou no rebote e completou pras redes.

Publicidade

O gol rosarino, nitidamente, teve efeito de ânimo positivo nos visitantes e abalou as estruturas do Carbonero. Não por acaso, até mesmo o volume das arquibancadas ficou mais contido, simbolizando o ambiente de tensão que tomou conta. Mas coube, novamente, a Leo Fernández trazer o alívio para os fãs uruguaios. Aos 38, uma metida de bola na direita teve Javier Cabrera com liberdade para fazer o cruzamento e o camisa 8, com a perna esquerda, empurrar pro fundo do gol. 2 a 1, placar final e vaga do Peñarol nas oitavas de final da Libertadores.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.